Hospital São José comemora oito meses sem Infecções do Trato Urinário na UTI 2

Postado por admin

As Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde (IRAS) são os problemas inesperados mais frequentes em serviços de saúde. No Hospital São José (RJ), a equipe da UTI 2 está há mais de oito meses sem registrar uma ocorrência de Infecções do Trato Urinário (ITU) em pacientes internados na unidade. Além disso, os profissionais reduziram em 85% a incidência de Pneumonia Associada à Ventilação Mecânica (PAV) e, junto à UTI 1, estão há 94 dias sem Infecção Primária de Corrente Sanguínea (IPCS).

O Diretor Executivo, Diógenes Couto, durante comemoração realizada nos dias 5 e 6 de outubro, ressaltou o esforço da equipe ao parabenizar todos pelo resultado, pois, segundo ele, “além de diminuir as infecções, o sofrimento dos pacientes também foi reduzido”, associou. O gerente de enfermagem, Paulo Bastistes, explicou que “tudo isso foi possível graças ao envolvimento de todos os profissionais da Enfermagem que se empenharam para que tudo desse certo. Aos poucos fomos tratando pontos de atenção e agora estamos orgulhosos”, completou.

Segundo Alexandra Carreiro, supervisora de enfermagem do CTI, o resultado é fruto das visitas diárias realizadas por membros da Enfermagem, da Gestão da Qualidade e do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar, como continuidade da Colaborativa do projeto Salus Vitae da ACSC, que visa a redução em 50% das IRAS em 13 UTIs da Associação. “Nessas ocasiões, verificamos se os itens do bundle (conjunto de boas práticas para controle de infecções) estão sendo realizados nos pacientes. Convidamos um técnico de enfermagem para nos acompanhar durante a verificação, quando apontamos as não conformidades, a maneira como elas deveriam ser corrigidas, além de obter a opinião do profissional e responsabilizá-lo pelas correções. Com o tempo, o efeito positivo foi surgindo e os profissionais perceberam que as visitas não são feitas para chamar a atenção das equipes, mas para orientá-las”, disse.

A técnica de enfermagem da equipe, Mirilene Ferreira Silva, revelou a satisfação pessoal com a conquista: “vejo que meu trabalho está rendendo resultados. Aliamos nosso cuidado humanizado com os pacientes às técnicas utilizadas para evitar infecções”, comemorou.

2017.10.16



Sem Comentários

611 Visualizações

Deixe um comentário :