Hospital Santa Teresa recebe visita de estudantes francesas de Gestão Hospitalar

Postado por admin

Duas futuras gestoras de hospitais públicos da França, Lucie Chabagno, 26 anos, e Léa Thuiweaux, 24 anos, visitaram o Hospital Santa Teresa (RJ) no dia 20 de setembro. As jovens puderam conhecer a estrutura física do HST, bem como todo o funcionamento específico dos setores e seus fluxos, além dos modelos e tecnologias utilizadas nas áreas de gestão e assistencial.

Antes de assumirem seus cargos públicos, Lucie e Léa cursaram uma especialização no município de Rennes, oeste da França, na École Hautes Études En Santé Publique, uma escola especializada em saúde pública que possui um convênio de intercâmbio de alunos com a Fiocruz. Através desse convênio, todos os anos, dois alunos franceses podem conhecer o sistema de saúde brasileiro e suas particularidades.

De acordo com as jovens, o objetivo do estágio é desenvolver um comparativo do sistema de saúde brasileiro com o francês. Durante a visita ao HST, Lucie e Léa destacaram alguns pontos que acharam semelhantes em relação à realidade francesa. Segundo Léa, os desafios que elas encontraram foram basicamente os mesmos: “envelhecimento da população, processo de acreditação, número cada vez maior de doenças crônicas, a forma de focar a assistência no paciente e não no hospital ou nos médicos, bem como o desafio financeiro”, revela.

As futuras servidoras públicas francesas enalteceram dois pontos importantes encontrados no Hospital Santa Teresa e que se destacam em relação aos hospitais da França. Lucie demonstrou admiração pelo prontuário eletrônico. Segundo ela, “na França ainda não existe tudo dentro de um sistema e é muito difícil de implementar. Ficamos bem impressionadas, para falar a verdade. Na França existe este sistema do ponto de vista técnico. Mas, para funcionar é diferente, pois entra o fator humano e existem as dificuldades, pois nem sempre médicos e enfermeiros estão dispostos a atualizar o sistema”, conta Lucie. Ela também destacou que há até uma resistência filosófica com esse tipo de trabalho. A estudante referia-se ao MV, o sistema utilizado pelo HST de gestão da área assistencial com informações dos pacientes, oferecendo maior dinamismo no atendimento e segurança das informações.

2017.10.16



Sem Comentários

606 Visualizações

Deixe um comentário :