Hospital Santa Isabel recebe treinamento da Brigada de Emergência

Postado por admin

Hospital Santa Isabel (SC) possui 28.000 m² de área construída e aproximadamente 1.200 colaboradores diretos, sem contar os médicos do Corpo Clínico, fisioterapeutas e outros profissionais terceirizados. Toda essa estrutura serve para atender os pacientes que diariamente chegam ao hospital ou necessitam permanecer nele durante um ou mais dias. Com tanta gente envolvida é sempre bom optar pela prevenção, principalmente em emergências, como combate a incêndio, abandono de área e primeiros socorros.

Para essas situações, o Hospital Santa Isabel conta com a Brigada de Emergência formada por uma equipe de 50 participantes distribuídos pela edificação. Esse grupo de voluntários recebe treinamento durante todo o ano, inclusive, tendo a frente a Técnica de Segurança do Trabalho, Luciane Froner, e o respaldo dos demais membros de sua equipe e o Engenheiro do Trabalho Carlos Lopes. Um simulado aconteceu no dia 14 de junho nos horários: 5h30, 9h30 e 14h30 e no dia seguinte 15 às 5h30, atingindo dessa forma todos os turnos de trabalho.

O local escolhido pela equipe para atuar foi a Unidade Menino Deus que utilizou a classificação de abandono dos pacientes, no caso específico, os próprios brigadistas interpretaram o papel de pacientes*, com a intenção de tornar o simulado ainda mais real.

Para dar início ao treinamento, o alarme de emergência foi acionado através da botoeira. Na sequência, um brigadista foi até a central, identificou o incêndio e acionou o alarme geral, posteriormente dois brigadistas se dirigiram para o setor que iria realizar o simulado. Os mesmos brigadistas foram até a unidade e avisaram sobre a necessidade de abandono do setor pela escada de emergência, orientaram a equipe de enfermagem que iriam retirar os pacientes identificados com mobilidade plena, e que os demais classificados como mobilidade parcial e total, seriam retirados pela enfermagem.

Os brigadistas se dirigiram até o quarto e retiraram os pacientes*que conseguiam caminhar, levaram os mesmos para a saída mais próxima, neste caso era a escada de emergência, quebraram o vidro da caixa que se encontrava a chave, abriram a porta e levaram os pacientes até o ponto de encontro 01.

Um enfermeiro retirou um paciente* com mobilidade parcial, e dois outros enfermeiros retiraram um paciente* com mobilidade total através da técnica de retirada com lençol, arrastando o mesmo pelo corredor até a saída de emergência.

Segundo o Técnico de Segurança do Trabalho Jackson Eger que também participou ativamente do simulado e faz parte da Brigada de Emergência do Santa Isabel: “Ser brigadista é conhecer o verdadeiro significado de coragem, determinação e atitude, é acima de tudo uma demonstração de amor, pois um brigadista é capaz de feitos grandiosos quando pratica a compaixão pelo próximo!”

Este simulado cumpriu o objetivo de treinar e orientar os colaboradores da instituição de como proceder em caso de sinistro e abandono de edificação. Se repetiu em todos os horários com êxito, mostrando a eficiência dos brigadistas e da equipe de enfermagem que cumpriu o simulado de abandono na unidade com a duração aproximada de dois minutos.

2018.06.26



Sem Comentários

767 Visualizações

Deixe um comentário :