Dia de Madre Regina Protmann

Postado por admin

As casas da ACSC celebram em memória e ao legado dessa mulher que viveu há mais de 400 anos, mas cuja obra continua nos dias de hoje a perpetuar o seu legado de amor e cuidado aos mais necessitados.

A vida de Madre Regina era dedicação exclusiva (desde os 19 anos) à glória de Deus.

A glória de Deus é o princípio unificador de todos os esforços empreendidos para melhor servir a Deus e aos outros; é princípio de ação e de força que nos impulsiona a buscar sempre o que Deus quer de nós, pois somente Ele sabe o que mais o glorificará; a glória de Deus e o serviço ao próximo são, na realidade, um só e único fim. Por isso, Madre Regina via nos doentes e necessitados o rosto do Cristo que sofre no decorrer da história.

A ação de humanização do mundo e das relações humanas é sempre urgente e atual. No seu tempo, Regina entendeu, a partir do discernimento espiritual, o que era necessário fazer. Hoje, herdeira dessa missão, a Congregação das Irmãs de Santa Catarina, apoiada pela colaboração dos leigos, atua ouvindo os apelos de Deus segundo as necessidades e urgências que o mundo de hoje clama.

A presença da Madre Regina é cada vez mais forte e reconhecida nos leitos hospitalares, no jeito humano como lidam e cuidam dos pacientes; nas escolas, como cuidam da educação entendida como valor inalienável para a formação da pessoa; nas casas de Assistência Social, como tratam e cuidam dos necessitados.

Madre Regina, imbuída da mentalidade profundamente eclesial, sentia, pensava, falava e agia conforme refletia o sentir, o pensar, o falar e o momento da Igreja universal. Ao voltar seu olhar para os doentes, os idosos e as crianças desamparadas, iniciava um trabalho que foi e é exemplo a tantas outras pessoas que vieram depois dela e que ajudaram a construir sua obra.

E em sua oração dizia: “… concedei-me somente a graça de Vos amar e Vos louvar eternamente. Amém.”

2018.01.16



Sem Comentários

849 Visualizações

Deixe um comentário :