CSC (MG) têm aulas de música para ajudam a tornar o dia a dia escolar mais lúdico e criativo

Postado por admin

Aguçar a sensibilidade, instigar a criatividade e aumentar a integração. São alguns dos benefícios da música no processo de aprendizagem infantil. É por isso que o Colégio Santa Catarina (MG) se orgulha de ter introduzido, já há alguns anos, a música na grade escolar da Educação Infantil e em todas as séries do Fundamental I. Temos também disciplina de música no 7º ano e aulas extracurriculares de instrumentos oferecidos pela nossa Escola de Música, pois acreditamos que qualquer experiência musical, independentemente do estilo e dos instrumentos utilizados, estimula o desenvolvimento dos nossos alunos e pode evidenciar habilidades até então desconhecidas.

Nessa abordagem, vamos mostrar um pouco do trabalho realizado pela professora Bethânia Guedes, que leciona música para todas as turmas do 2º ao 5º ano do Ensino Fundamental. A disciplina de música nesse segmento, apoiada aos Parâmetros Curriculares Nacionais para a Educação, tem como objetivo fazer com que as crianças compreendam a educação musical como linguagem e forma de conhecimento e expressão. “A música é trabalhada através do canto e da improvisação com instrumentos de percussão, como tambores, cocos, clavas, chocalhos, ganzás, pandeirolas. Os alunos aprendem teoria da música, história, apreciação entre outros. Todo trabalho musical é prazeroso e carregado de descobertas”. O vídeo a seguir, com uma turma de 5º ano, comprova a explicação de Bethânia.

No cotidiano escolar, de acordo com Bethânia, é fácil perceber como a música auxilia a criança no aprendizado, na afetividade, no respeito com o próximo, na sensibilidade, na imaginação. “Além de outras aptidões que são estimuladas na prática da educação musical, pois ela está interligada a diferentes aspectos do desenvolvimento humano, como físico, motor, social e emocional. O fazer musical proporciona possibilidade de criação, interpretação, improvisação e composição”, afirma.

No CSC, a música está presente em todas as manifestações festivas ao longo do ano, interagindo com as datas comemorativas, com recreios musicais, com diferentes eventos e celebrações. Ela trabalha, também, a questão da interdisciplinaridade, uma vez que Bethânia sempre conversa com as professoras regentes de cada série antes de fazer seu planejamento de aula. “No segundo ano trabalhamos instigando a imaginação e a criatividade dos alunos com produções que envolvem o fazer musical livre. Com essa liberdade, aos poucos, vão encontrando intuitivamente os caminhos rítmicos e melódicos. A música nessa idade é trabalhada através de cantigas de rodas, parlendas, histórias cantadas e muita brincadeira”, explica a professora.

Do terceiro ano em diante permanecem a criatividade e a imaginação, porém, aliadas ao desenvolvimento de coordenação motora, concentração, percepção auditiva, condução sonora, além de interagir com a interdisciplinaridade de forma mais significativa. “Buscamos unir a música com a Educação Física através da dança, pois os desafios musicais envolvem o corpo, a fluência de movimentos, coordenação motora e equilíbrio. A música também dialoga com a Matemática. No terceiro ano, por exemplo, cantamos a tabuada de forma lúdica e criativa, o que desperta nos alunos o interesse maior pela matéria ao se lembrar das músicas. Do quarto ano em diante estudamos as frações da música que são os compassos, um ótimo exercício para o desenvolvimento do raciocínio lógico. Com a História, contextualizamos as épocas e os estilos musicais de cada uma delas, bem como os instrumentos mais antigos e a chegada dos mais modernos. Com a Língua Portuguesa as crianças gostam de criar paródias e se arriscam em boas composições. Esse exercício desenvolve o gosto pela escrita, leitura e criatividade”, complementa Bethânia.

Para a supervisora do Fundamental I, a música é um recurso pedagógico facilitador em qualquer idade e deve ser utilizada como recurso por todos os professores, independente da disciplina. “A música é uma linguagem universal. Sempre foi, para mim, uma grande aliada do processo de aprendizagem na escola. Por meio da música o aluno desenvolve habilidades fundamentais para o aprendizado de qualquer área do conhecimento. A música facilita a concentração, o desenvolvimento do raciocínio, da criatividade, promove equilíbrio, desenvolvimento de expressão, trabalha os sentimentos, os valores culturais, e ainda proporciona bem-estar e relaxamento”, garante Rosângela Bello.

2018.10.01



Sem Comentários

383 Visualizações

Deixe um comentário :