CML realiza trabalho que amplia universo cultural das crianças

Postado por admin

A Creche Monteiro Lobato (MG) está realizando um trabalho de releitura de obras com as turmas de três anos. Uma oportunidade para as crianças ampliarem seu universo cultural, conhecendo a biografia e o trabalho de pintores renomados, como Tarsila de Amaral, Gustavo Rosa, Romero Brito e Alfredo Volpi. O projeto busca estimular a percepção das artes, bem como valorizar o trabalho das crianças e sua autoestima, incentivando suas aptidões e estimulando sua criatividade.

A coordenadora da Creche conta que a ideia surgiu por meio da Secretaria Municipal de Educação que, com a mudança da Base Nacional Comum Curricular, solicitou que o trabalho nas creches municipais focasse na leitura, na escrita e em linguagens. “Então, pensamos em trabalhar com releituras, porque dá para desenvolver, além da questão cultural, formas, cores, texturas e também a linguagem. Lançamos o desafio para as quatro educadoras, que receberam a proposta com muita alegria, porque sabíamos que daria para trabalhar com muita coisa. E elas tiveram a liberdade de escolher o artista com que queriam trabalhar”, explica Nathalia Oliveira.

Tarsila do Amaral foi a escolha da educadora Marcela Neves, que já trabalhou com as crianças obras como, ‘Operários’ e ‘O ovo’. Já Adriana Melo optou por Alfredo Volpi e recriou com as crianças o ‘Barco com bandeirinhas e pássaros’. Márcia Mattos escolheu o colorido e as formas de Romero Brito, e Gabriela Petronilho foi de Gustavo Rosa, com suas obras alegres e bem-humoradas. “O interessante é perceber como as crianças realmente memorizam e entendem o que estão fazendo. Isso é formidável”, afirma Nathalia, orgulhosa com o resultado que o trabalho já proporcionou para as crianças.

Adriana Melo: “Escolhi Alfredo Volpi por ter obras muito coloridas, que chamam a atenção das crianças e são fáceis para elas fazerem a releitura. Esta ação está nos possibilitando trabalhar cores, formas, contagem. Fizemos muitas pinturas, dobraduras e vários contextos. Está sendo um trabalho muito produtivo”.

Gabriela Petronilho: “É um trabalho muito interessante, porque está ampliando o vocabulário e a cultura das crianças, trabalhando oralidade, e o Gustavo Rosa tem muitas coisas interessantes para crianças, suas obras retratam objetos e animais que fazem parte da rotina delas, o que facilita o trabalho. Além de utilizar muitas cores, o que fica mais atraente para elas. Estamos trabalhando com tinta, colagem e, também, utilizando a área externa para que as crianças procurem material para colar nos trabalhinhos. A resposta delas tem sido muito interessante. Quem sabe assim a gente não descubra algum talento para a pintura”.

 Márcia Mattos: “Está sendo um trabalho muito gostoso, porque as crianças estão descobrindo outras cores, texturas. Eles estão surpreendendo, estão conseguindo identificar formas como círculo, quadrado, triângulo. Tem sido muito bacana ampliar esse universo deles”.

 Marcela Neves: “É um trabalho muito rico, criativo, está nos permitindo trabalhar em todas as salas temáticas, como a música, a pintura, as formas, os elementos da natureza. Na contação de histórias, por exemplo, as crianças estão muito interessadas pelas histórias da Tarsila, porque cada quadro retrata uma vivência dela. E eles conseguem, nas palavras deles, reproduzir a história. Está sendo muito gratificante desenvolver esse trabalho”.

 Além do leque de possibilidades citados pelas educadoras, a assistente de coordenação Dayane Almeida destaca outros objetivos do trabalho de releitura. “É possível trabalhar um pouco a história do artista escolhido, fazer leitura de imagens, desenvolver oralidade, interação e socialização, trabalhar coordenação motora fina e ampla, desenvolver a imaginação, criatividade, atenção, concentração, expressão artística, percepção visual e noção espacial. E todas as atividades utilizam materiais diversos e reciclados, como caixas de papelão, jornal, palitos, tintas e revistas”. No final de setembro, as educadoras da CML irão apresentar o projeto no Intercâmbio Cultural das Creches municipais de Juiz de Fora e, posteriormente, todas as releituras serão expostas para os pais das crianças.

2018.08.24



Sem Comentários

502 Visualizações

Deixe um comentário :