Voluntariado do Hospital Amparo Maternal completa 30 anos

Postado por admin

Desde 1985, o Hospital Amparo Maternal (SP) conta com o auxílio de um corpo de voluntários. No início, eram poucos, apenas dez mulheres auxiliavam gestantes, mães e recém-nascidos, além das famílias que as acompanhavam. Ao longo dos anos, o trabalho voluntário na Instituição foi se desenvolvendo, ganhando força, reconhecimento e muitos adeptos.

Atualmente, colaboram com o Amparo Maternal mais de 120 voluntárias, que atuam no bazar, na maternidade e, também, no Centro de Acolhida, abrigo provisório para gestantes em situação de vulnerabilidade e risco social. Apenas no bazar da Instituição, cerca de 60 voluntárias se revezam de segunda a sexta-feira, organizando doações como roupas, artigos de decoração e produtos de higiene, e as comercializando, sendo uma forma de arrecadar recursos para melhorias no Hospital.

Voluntária há 30 anos no Amparo Maternal, a senhora Ilze Piquera é uma das dez mulheres que deram início ao voluntariado no Hospital. Hoje, ela atua diariamente no bazar e pretende continuar seu trabalho por muitos anos ainda. “No início éramos poucas, mas todas com muita vontade de ajudar. Agora, somos muitas e eu continuo fiel, contribuindo como posso todos os dias, pois acredito na missão do Amparo e no trabalho feito com as mulheres. Para mim, aqui é como minha segunda casa. Eu amo esse lugar”, conta a voluntária mais antiga da Instituição.

Já na maternidade, cerca de 40 doulas voluntárias se dedicam todos os dias a apoiarem as gestantes antes, durante e após o parto, orientando, acompanhando e proporcionando conforto físico e emocional. A atividade, que já existe há 15 anos na Instituição, também conta com um curso de formação de doulas, fruto do trabalho e da dedicação das voluntárias.

Completando o corpo de voluntários, o Centro de Acolhida conta com 26 colaboradores, que desenvolvem atividades diversas com as moradoras, focando principalmente em práticas profissionalizantes para reinserção no mercado de trabalho. No Centro, gestantes e mães participam de ações pedagógicas, artesanais e motivacionais, realizadas diariamente pelos voluntários.

O Amparo Maternal também recebe roupinhas de tricô e crochê para os bebês que nascem em sua maternidade, confeccionadas e doadas pelo grupo Tecelãs do Amor. Fundado por Marlene Vilutis em 2005, o grupo de tecelãs produz as peças e a voluntária as entrega pessoalmente para as gestantes e mães. A ocasião também é um momento de descontração para as pacientes, que conversam, tiram fotos e recebem conselhos da voluntária. Só em 2016, foram distribuídos 2.388 kits de roupinhas para os bebês, totalizando 11.940 peças tecidas pelo grupo. “Acreditamos que o trabalho voluntário é um dos pilares para conseguirmos oferecer um atendimento acolhedor, humanizado e de qualidade para todas as pessoas que passam pelo Amparo Maternal. Portanto, nossas portas estão sempre abertas para receber todos os interessados em nos ajudar em nossa missão”, explica a Fernanda Allucci, diretora executiva do Amparo Maternal. O Dia Internacional do Voluntário é celebrado no dia 5 de dezembro.

2017.12.11



Sem Comentários

208 Visualizações

Deixe um comentário :