Voluntariado do CRI Norte é certificado pelo CVSP

Postado por admin

O Centro de Referência do Idoso da Zona Norte (CRI Norte) recebeu o selo do Centro de Voluntariado de São Paulo (CVSP) que certifica e reconhece o Programa de Voluntariado desenvolvido pelo Centro de Convivência. Este selo evidencia também a atuação em parceria com o CVSP na capacitação dos voluntários e no aperfeiçoamento na gestão desse programa que conta com 100 idosos voluntários ativos. O Programa de Voluntariado do Centro de Convivência iniciou em 2005, e desde então, vêm desenvolvendo ações estratégicas para o desenvolvimento deste grande grupo de idosos protagonistas, assim como de atenção à sua saúde e estímulo à cidadania.

Por meio de relatos, podemos reconhecer o comprometimento dos voluntários com o trabalho realizado e verificar a importância do voluntariado no resgate do projeto de vida do idoso no período pós-aposentadoria e/ou na viuvez, contribuindo através desta ação protagonista para o estímulo de sua independência e autonomia, favorecendo uma melhor qualidade de vida nesta fase da vida.

“Ser voluntário é um desprendimento dos nossos hábitos de tanto tempo. É dedicação sem querer nada em troca. É um amor que brota lá no fundo do coração. É um remédio para qualquer tipo de stress. Agradeço a Deus por ter me colocado neste caminho de voluntariado.” Ana Júlia Barreto, 66 anos – Voluntária da Oficina de Alfabetização

O Programa de Voluntariado do Centro de Convivência conta com quatro ações estratégicas: Comitê Mobilizador, Observatório de Idosos Saudáveis, Bate-Papo com o Voluntário e Cursos de Aperfeiçoamento.

O Comitê Mobilizador, é um grupo de representantes voluntários que participam do processo de gestão do Centro de Convivência com sugestões, propostas de inovações e melhorias no serviço.

O Observatório de Idosos Saudáveis tem o objetivo de monitoramento e atenção à saúde do idoso, oportunizando meios de integrá-los em atividades que atendam suas especificidades, prevenindo precocemente doenças relativas ao envelhecimento e na atenção ao seu desenvolvimento durante as atividades em seus aspectos funcionais, cognitivos e sociais, assim como a atuação da equipe interdisciplinar nas orientações e encaminhamentos.

O encontro Bate-Papo com o Voluntário é uma das ações relevantes do Programa de Voluntariado para o monitoramento da saúde do idoso participante das oficinas coordenadas pelo voluntário, considerando que no decorrer das oficinas, os idosos estabelecem vínculos de afetividade, fator que contribui para que durante as atividades, conversem sobre seu cotidiano; relatando relações com a família, sintomas de sua saúde, projetos de vida e demais aspectos que interferem na qualidade de vida. Este encontro tem o objetivo de aproximar os voluntários com a equipe interdisciplinar do CRI Norte, estimulando a sensibilização destes para as questões do envelhecimento.

Voluntários do CRI Norte

Os Cursos de Aperfeiçoamento são oferecidos especialmente ao grupo de voluntários com a proposta de promover o aprendizado através do contato com o mundo empírico, estimulando a construção do saber por meio da experiência, da vivência e da criatividade; propondo atividades que contribuam com o autoconhecimento e a criação de técnicas inovadoras na área de atuação.

Partindo do principio da humanização e valorização do trabalho desenvolvido pelos voluntários, o CRI Norte realizas semestralmente um grande evento, a Mostra de Talentos, que reúne apresentações artísticas e a exposição dos produtos confeccionados pelos idosos nas oficinas.

A Mostra de Talentos é uma celebração da riqueza de conhecimentos e estímulos que esta relação de aprendizado contribui para uma melhor qualidade de vida no envelhecimento.

“O que mudou em minha vida? Muita coisa. Estou mais feliz porque ensino o que posso, mas aprendo muito mais.” Dalva Vasconcellos Gai – 77 anos – Voluntária da Oficina de Bijuteria

“Como voluntária minha vida mudou para melhor porque: tenho objetivos a atingir; posso planejar e conscientizar atividades; aumentei o meu círculo de amizades.”  Cledi Porlan – 77 anos – Voluntária da Dança de Salão

Assim, por meio da valorização do trabalho voluntário que é prestado no Centro de Convivência, e de todas as ações estratégicas apresentadas como meio de promoção humana e de protagonismo; o Programa de Voluntariado, permeado pelos conceitos de Envelhecimento Ativo (OMS, 2005), tem possibilitado o sucesso de suas ações, estimulando a independência e autonomia dos idosos, favorecendo que essa geração amadureça com saúde.

2014.06.24



Sem Comentários

419 Visualizações

Deixe um comentário :