UTI Neonatal do HST completa um ano de atividades

Postado por admin

A UTI Neonatal e Pediátrica do Hospital Santa Teresa (RJ) completou um ano de atividades no último dia 18 de janeiro. Para celebrar a data, na quinta-feira (23) toda a equipe da Unidade, diretorias Técnica e Executiva, corpo clínico e Pastoral da Saúde participaram da comemoração. A festa aconteceu com oração, bolo e refrigerante.

Em um ano mais de 180 crianças passaram pela unidade, que registrou 2.184 pacientes-dia. Mesmo com pouco tempo, os números da UTI surpreendem. Desde que foram estabelecidos os troféus “Cinco Momentos da Higienização das Mãos” e “Mãos que cuidam”, que premiam as equipes que fazem corretamente os Cinco Momentos de Higienização das Mãos e quais setores que mais consomem álcool gel. O SCIH teve que criar um troféu somente para a UTI Neo, que é imbatível no consumo de álcool gel.

Essa preocupação com a higiene e segurança contribuiu para o alcance de mais dois recordes: em um ano foram 0 (zero) casos de pneumonias associadas a ventilação e 0 (zero) infecções primárias de corrente sanguínea.

História de superação

Entretanto, para alcançar estes resultados a UTI Neonatal e Pediátrica o caminho percorrido foi longo e árduo. O diretor Técnico do HST, Márcio Veiga, contextualizou a história de superação de todos do Hospital na conquista da Unidade, lembrando um caso emocionante protagonizado por uma das irmãs da Congregação de Santa Catarina:

– Começamos a lembrar da Irmã Gregória, de quando nasceu uma criança e foi desacreditada. Ela pegou essa criança, colocou numa caixinha de sapato, colocou quatro velas e alimentava essa criança, que não morreu. O que é isso? Presença de Deus. Depois avançamos e fizemos algumas cirurgias em que a criança ficava na incubadora e a gente lutava dia a dia com as nossas dificuldades. E então a gente chega a esse momento, do avanço tecnológico que nos possibilita ter essa Unidade e entender como a evolução veio e do que conquistamos neste Hospital – relembrou.

O diretor Executivo, Leonardo Menezes, médico pediatra e infectologista, falou também de todo o esforço de diversas pessoas para que o sucesso precoce da UTI fosse atingido:

– É um misto de sentimentos para mim, pois eu estou na Pediatria do Hospital desde 1998 e sempre perseguimos essa vontade de termos essa unidade, pois é fundamental ao cuidado ter a retaguarda de uma UTI tanto para nossas urgências quanto para nossos partos. Daqui para frente vamos crescer mais, pois para chegarmos neste ponto, foi por muito comprometimento de muita gente, foi o Flávio (Figueirinha, médico chefe da Unidade) vindo trabalhar sábado e domingo para prestar assistência a um recém-nascido mais grave, eu descer da Direção para pegar veia de criança e muito empenho de todo mundo que trabalha na Pediatria – explicou Leonardo Menezes.

“A gente renasce todos os dias com essas crianças”

Outro depoimento emocionante foi da técnica de Enfermagem da Unidade, Gilmara Silva Cardoso, que falou: “A gente renasce todos os dias com essas crianças, cuidamos também dos pais… aqui é terapia o tempo todo e é muito bom ver a primeira mamada, a saída da incubadora, o primeiro colo… só agradeço a Deus pela estrutura que conseguimos construir”, disse.

Em seguida todos rezaram o Pai Nosso juntamente com a Pastoral da Saúde e comemoraram com bolo, salgados, sanduiches e refrigerante. A UTI Neonatal e Pediátrica Deus Menino do Hospital Santa Teresa possui 10 leitos, sendo três pediátricos e sete neonatais. Conta ainda com 18 médicos, seis enfermeiros, 22 técnicos de enfermagem, quatro psicólogas, três assistentes sociais e três fonoaudiólogos.

Fotos:

2020.01.28



Sem Comentários

174 Visualizações

Deixe um comentário :