Tríduo Pascal

Postado por admin


Quinta-feira Santa

Em sua despedida desta Terra, Jesus diz um “até logo” aos seus com um jantar. Jantar pascal, onde lava os pés de seus apóstolos e diz: “Repeti em vossas vidas este gesto”.

Ao longo da vida, nós também lavamos os pés uns dos outros. Vivemos, nos movemos e existimos num movimento coletivo de interdependência. Nada fazemos isoladamente. Em tudo e por tudo dependemos do outro. Dos outros seres humanos que na Terra vivem.

Nosso alimento, nossa roupa, calçado e outras necessidades se dão num processo coletivo de cuidados e necessidades. Processo distributivo e receptivo no dar e receber das mãos de outrem.

Lavar os pés no cuidar, zelar, aprender, ensinar, saber… Eis nossa missão como ACSC.

Sexta-feira Santa

Depois de traído por Judas, seu discípulo, Jesus morre na cruz, no alto do Gólgota. No caminho para o sacrifício total, encontra pessoas. Mulheres que choram, mas diz à elas: “Chorai por vós e vossos filhos”… Entre dois ladrões, ele é firmemente pregado na cruz. E lá do alto diz: “Pai, perdoai porque não sabem o que estão fazendo”. Seu coração transpassado pela lança deixa correr sangue e água.

Todos os dias Jesus morre em nós, seres viventes. Morte natural, por doença, por balas perdidas, pela droga que mata, pelo suicídio, homicídio, aborto…

O sangue Redentor continua a jorrar… E a lavar nossas culpas…

E purificar nossos corações. No longo caminho da história!

Sábado Santo

Ressurreição. Ele está vivo. Já não morre mais. Ressuscitou. Nas vilas e cidades, Ele se faz presente. Se faz vida e vida plena!

Aquele que um dia disse: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida!”. Está vivo e se faz vida. Oferece vida.

Vida nas crianças, nos jovens, nos homens e mulheres que mudam o mundo, nos idosos sedentos de participação e amor.

Páscoa é isso, tudo isso. Somente isso? Não! Muito mais.

Páscoa é alegria, sorriso, fraternidade, abraço, celebração, enfim, festa! Festa da família, que no cuidado zeloso faz celebrar Aquele que um dia nos salvou. E perenemente nos salva.

Passagem de um jeito para outro, de um modo de viver a outro melhor! Cada vez mais humano, no sentido de ser de Deus.

 

Feliz dia Pascal!

Feliz e santo tempo de Páscoa!

Na fraternura, sempre. Amém.

 

Maria Gregorine – Irmã Lia

Presidente do Conselho de Administração da ACSC

 

2017.04.13



Sem Comentários

481 Visualizações

Deixe um comentário :