Tradição de um jeito inovador

Postado por admin

Quando uma avó completa 90 anos, a família se enche de alegria. Não somente pelo fato dela chegar tão longe, mas por valorizar o fato de ter ao seu lado uma pessoa capaz de se adaptar a tantas transformações que o mundo passou e compartilhar com um olhar os seus aprendizados. Em 90 anos, surgem novos governos, gerações, tecnologia, músicas, moedas, problemas, modas e tantas outras coisas que poderiam ocupar linhas aqui sendo listadas.

De 1922 até 2012, a Associação Congregação de Santa Catarina acompanhou profundas mudanças políticas, econômicas, sociais e culturais em nosso pais, mesmo assim, manteve-se no seu propósito: Amor pela vida.

Novas casas foram incorporada, outras deixaram de fazer parte da ACSC, e hoje a ACSC mantém mais de 12 mil colaboradores atuando em suas 33 obras distribuídas em 7 estados brasileiros (São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espirito Santo, Mato Grosso, Goiás e Ceará).

No último ano, a entidade registrou o atendimento de mais de 13 milhões de pessoas na área da saúde, outros mais de 5 mil alunos estiveram matriculados em uma das escolas da ACSC e milhares de pessoas foram beneficiadas pelas obras de assistência social. Esta rede de Amor pela vida criou durante estes 90 anos um modelo de negócio de autossutentabilidade que foi pioneiro, sem perder seus valores e carisma herdado de sua fundadora Madre Regina Protmann. Tradicional, pela sua cultura e raízes cristãs, mas inovadora pelo seu DNA empreendedor, buscando sempre o que há de melhor para oferecer às pessoas em termos tecnológicos, de assistência e gestão, mas com um suporte humano e acolhedor.

Momentos marcantes nestes 90 anos:

1922: Foi neste ano em que as Irmãs de Santa Catarina tomam a decisão de criar a Associação Congregação de Santa Catarina para gerenciar as obras da entidade junto com executivos e também foi o período em que aconteceu a Semana da Arte Moderna, no Teatro Municipal de São Paulo, movimento artístico que trouxe uma ruptura aos padrões brasileiros e revelou grandes nomes como Anita Mafaltti, Oswald de Andrade, entre outros.

1930: A ACSC viu Getúlio Vargas assumir a presidência do Brasil, posto que ocupou até 1945.

1942: A ACSC acompanhou a moeda nacional deixar de ser réis e passar a ser cruzeiro.

1956: A ACSC viu o governo de Juscelino Kubitschek, que assumiu a presidência do Brasil.

1958: A ACSC testemunhou o primeiro título da Copa do Mundo.

1961: A ACSC acompanhou a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional ser aprovada no governo de João Goulart, o que marcaria para sempre a história da educação no Brasil. Viu também Brasília ser inaugurada.

1969: A ACSC passou pelos momentos do Governo do General Emílio Garrastazu Médici

1986: A ACSC testemunhou mais uma vez a moeda nacional ser trocada. A desvalorização do “cruzeiro” levou à criação do “cruzado”, com valor mil vezes maior.

1988: ACSC viu nascer junto com a Constituição Federal o Sistema Único de Saúde, o qual contribui até hoje com a gestão de Organizações Sociais de Saúde em parceria com o poder público e através de hospitais filantrópicos de sua rede.

1990: ACSC acompanhou a eleição de Fernando Collor, primeiro presidente civil eleito por voto direto desde 1960 no Brasil.

1995: A ACSC viveu o momento em que Fernando Henrique Cardoso assumiu a presidência e desenvolveu o Plano Real.

1999: No ano em que a Madre Regina foi beatificada pelo Papa João Paulo II, a ACSC inaugurou o Centro de Convivência e Creche Madre Regina, no Ceará.

2002: O Brasil é pentacampeão. Foi neste ano que a ACSC viu as estrelas do futebol conquistar este título para o Brasil na Copa do Mundo.

2003: A ACSC vivenciou a eleição de Luiz Inácio Lula da Silva como presidente do Brasil.

2010: A ACSC viu a primeira mulher eleita presidente do Brasil: Dilma Rousseff. Foi neste mesmo ano que a entidade estabeleceu novas parcerias de gestão com o governo do Rio de Janeiro e iniciou a gestão de obras sociais em Minas Gerais.

2012: A história é hoje. A ACSC cada vez mais presente para oferecer qualidade às pessoas beneficiadas por seus serviços, sem perder seu caráter filantrópico.

 

2012.09.14



Sem Comentários

371 Visualizações

Deixe um comentário :