Taxas de infecções reduzem nas UTI’s do HEC

Postado por admin

As taxas de infecções de corrente sanguínea relacionadas ao uso de Cateter Venoso Central (CVC) tiveram uma redução significativa nas UTIs A e B do Hospital Estadual Central (ES).

As ações para prevenção de infecções incluem os cuidados na inserção e manutenção do cateter, avaliação diária para retirada do cateter e substituição pela cateterização de vasos periféricos, reciclagem contínua do conhecimento da equipe assistencial sobre Práticas de Prevenção, feedback mensal do desempenho, com debates e apresentação dos Indicadores de Resultado e Processos de cada UTI.

Além disso, metas anuais de redução de Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde (IRAS) e abordagem imediata com correção das fragilidades in loco, também fizeram parte das ações. Na UTI “A”, apenas 1 caso de infecção foi registrado no ano de 2016 e na UTI “B”, entre 2014 e 2015, a unidade permaneceu por mais de 14 meses sem registrar Infecção Primária de Corrente Sanguínea (IPCS) associada a CVC.

A equipe do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH) do HEC foi convidada para ministrar uma capacitação sobre medidas de prevenção e controle de IPCS associada a CVC para as equipes técnicas da UTI da Santa Casa de Misericórdia de Vitória. O evento é uma inciativa do Governo do Estado do Espírito Santo e será realizado no dia 18 de setembro.

2017.08.21



Sem Comentários

393 Visualizações

Deixe um comentário :