Sarampo: vacina é a melhor forma para deter avanço da doença

Postado por admin

O surto de sarampo tem crescido de forma alarmante no Brasil, com aumento significativo no mês de julho. O Estado em situação mais grave é São Paulo, com 484 casos confirmados até a última semana. Somente no Hospital Santa Catarina (SP), já somam cerca de 100 notificações nos dois últimos meses. O sarampo é uma doença altamente contagiosa, transmitida pela fala, tosse ou espirros, e tem risco de complicações agudas como pneumonia, quadros neurológicos, inclusive a longo prazo, e que podem levar à morte. Alguns sintomas da doença são:

  • Febre;
  • Mal-estar e perda de apetite;
  • Coriza;
  • Erupções e manchas avermelhadas na pele.

Até 2016, a enfermidade estava praticamente erradicada no Brasil, devido à vacinação. Este cenário mudou em 2017, quando os países da América Latina passaram a apresentar surtos da doença. Em 2018, o Brasil teve mais de 10 mil casos confirmados de sarampo. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), o fenômeno é global e com uma causa comum: as pessoas estão deixando de se vacinar.

É importante ressaltar que não há um tratamento específico para o sarampo, somente para os sintomas, como: hidratação, alimentação saudável, suplementação de vitamina A e medicamentos para evitar febre, náuseas e vômitos. A maneira mais eficaz de nos mantermos seguros em relação à doença é a vacinação (link matéria vacinação). Seguras e eficazes, as vacinas contra o sarampo são a Tríplice Viral (SCR) e a Tetra Viral (SCRV). Juntas, elas imunizam contra a rubéola, caxumba e catapora. As vacinas estão disponíveis na rede pública de saúde. Além de proteger a sua saúde, oriente também seus familiares. Participe das campanhas de vacinação e procure o posto de vacinação mais próximo.

2019.07.30



Sem Comentários

188 Visualizações

Deixe um comentário :