Saiba como proteger o seu cartão nas compras online

Postado por admin

Durante a pandemia do novo coronavírus (COVID-19), a população está usando ainda mais de serviços online para realizar ações do dia a dia, assim evitando aglomerações em lojas ou agências bancárias. O que acaba tornando o mundo virtual um local propício para criminosos criarem armadilhas e roubarem dados e senhas de vítimas. Com essas informações, esses fraudadores podem praticar diversos crimes e um dos mais comuns é a clonagem de cartão de crédito.

A clonagem é quando todos os dados presentes no seu cartão são transferidos para outro, facilitando a compra feita por terceiros, que usam também o seu nome e demais informações bancárias. Atualmente, grande parte dos cartões brasileiros utilizam de chip, o que dificulta a ação. Assim, os criminosos deixam de insistir na clonagem física e vão para a online em sites ou aplicativos.

Olhou o extrato da sua conta ou fatura e percebeu que teve cobranças de gastos que você não identifica? Saiba o que você precisa saber.

Onde posso ser clonado?

Você pode ter seu cartão clonado online de diversas maneiras como compras em lojas virtuais, clicar em links maliciosos, cadastro do cartão em apps, divulgação dos dados, entre outros.

De maneira física também tem como. Existem casos de quadrilhas que instalaram um sistema em máquinas de pagamento. Com isso, era possível ler as informações do chip e copiar os dados. Se o seu não tiver esse material, fica ainda mais fácil. Você pode ser clonado em caixas eletrônicos de bancos ou 24horas. Basta um leitor adulterado e copiar a trilha magnética que existe atrás do cartão.

Fui clonado. E agora?

1. Primeiro passo é pedir bloqueio ou cancelamento imediato do cartão;

2. Analise e saiba cada cobrança que você não reconhece;

3. Faça um B.O. (boletim de ocorrência). Assim, se chegar qualquer protesto em seu nome, você tenha mais comprovantes de não era você usando o cartão;

4. Faça um alerta de documentos roubados, furtados ou perdidos.

E o mais importante: como se proteger?

Antes de efetuar qualquer compra online, tenha certeza de que o site escolhido é seguro. Pesquise sobre a loja e busque se há reclamações sobre o estabelecimento sobre pagamentos; Desconfie sempre de ofertas com valores muito abaixo do normal, já que essa prática é uma das mais comuns para roubar dados; Nunca, nunca mesmo, compartilha informações nas redes sociais, nem poste fotos do cartão ou mande seus dados por apps de mensagem; Se o seu emissor oferece cartão virtual, use. Assim, mesmo se os dados forem comprometidos, você ainda terá o cartão físico e poderá emitir outro virtual com muito mais facilidade.

É importante lembrar que, caso você empreste o seu cartão a alguém e essa pessoa use-o sem o seu consentimento, isso não configura como fraude e você não terá o reembolso do seu banco. Por isso, é importante que você saiba sobre os seus direitos e esteja sempre atento a sua fatura mensagem para que nenhuma cobrança indevida passa despercebida por você.

Fonte: https://www.serasa.com.br/ensina/seu-cpf-protegido/cartao-clonado-saiba-o-que-fazer-e-como-se-proteger/

https://blog.nubank.com.br/cartao-clonado-o-que-isso-significa/

2020.05.26



Sem Comentários

408 Visualizações

Deixe um comentário :