Receitas x Classes Gramaticais

Postado por admin

Assimilar para compreender. Para o professor de Língua Portuguesa do Colégio Santa Catarina (CSC/JF), de Juiz de Fora (MG), Fernando Paiva, esta é a melhor maneira de fazer com que os alunos consigam aprender o conteúdo passado em sala de aula. Por isso, Fernando resolveu inovar e unir um pouco da culinária ao português. “Essa ideia surgiu como forma de motivar os alunos”. E a receita deu certo!

O professor fez uma analogia entre a língua portuguesa e culinária. “Todas as palavras do dicionário são divididas em classes gramaticais, como adjetivos, substantivos, verbos, etc. Assim como os alimentos: carboidratos, proteínas, vegetais, entre outros”. Dessa forma, o professor mostrou, através desta comparação, que não precisa ser um grande escritor para fazer um bom texto, assim como não é preciso ser um chefe de cozinha para elaborar uma boa refeição.

Para isso, o professor montou uma história fazendo essa comparação e tendo ele como personagem principal, contando alguns dos pratos que marcaram seu paladar ao longo da vida. Após fazer a compreensão do texto, Fernando levou vários ingredientes para a sala e fez sobremesas juntos com os alunos. “Ao fazer o doce, faço também minhas comparações. Mostrava que, enquanto no texto havia vários adjetivos, verbos, substantivos, na receita nós usamos diferentes ingredientes. E assim eles foram compreendendo a matéria”. Os resultados foram instantâneos.

Os alunos aprovaram a ideia. Para a estudante de 11 anos, Vitória Vitoi Salomão, a experiência é inesquecível. “Achei muito legal essa ideia, porque ficou mais fácil compreender a matéria e foi divertido ao mesmo tempo”.

2014.09.22



Sem Comentários

583 Visualizações

Deixe um comentário :