Projeto Transformação: colaboradores das Casas de Saúde participam de Workshop

Postado por admin

Cerca de 60 profissionais de 13 Casas de Saúde da ACSC estiveram na sede da Administração Corporativa, em São Paulo, entre os dias 19 e 29 de setembro, para participar do Workshop de Processos de Internação, ação ligada ao Transformação, projeto que tem a finalidade de revisar e aprimorar todos os processos de apoio executados na ACSC, de forma com que todas as Casas trabalhem em sinergia, de forma simplificada, alinhada e padronizada.

Conduzido por consultores da MV, o workshop analisou o fluxo completo do paciente internado dentro da Instituição, com um olhar detalhista sobre todos os processos existentes desde a entrada do paciente até a alta hospitalar.

O propósito é a construção de um modelo único de atendimento, baseado nas melhores práticas, que respeite as particularidades das Casas, mas que permita um padrão no atendimento, de forma com que o paciente seja acolhido segundo os mesmos critérios técnicos e de qualidade em todas as Casas de Saúde da ACSC.

Os processos de Internação integram um módulo maior de padronização de processos do Projeto Transformação, com foco nos processos assistenciais e que também abordarão, no decorrer dos próximos meses, os temas “Urgência e Emergência”, “Ambulatório” e “Processos de Suporte” (Suprimentos, Faturamento, Controladoria e Apoio).

“Com os workshops, estamos trazendo os colaboradores das Casas para dentro do Projeto Transformação. O objetivo é ouvir, integrar e compartilhar modelos e experiências provenientes das diferentes realidades das Casas e, juntos, desenharmos um modelo de processos que possa ser atendido pela MV, em uma nova plataforma tecnológica que será implantada em todas as Casas. Queremos com isso padronizar e aprimorar a qualidade do atendimento, oferecer o suporte tecnológico necessário aos processos e melhorar a rentabilidade”, explica o diretor corporativo de Operações, Vinicius Oliveira.

O primeiro módulo do workshop abordou os principais pilares que sustentam os processos da Internação: agendamento, gestão de leitos, prescrição, dispensação e SCIH (Serviço de Controle de Infecção Hospitalar). Ao todo, foram analisados 26 fluxos e as configurações sistêmicas que suportam a execução desses processos nas Casas. O resultado foi a geração de um relatório, que servirá de insumo para construção de um plano de ação a ser implementado pela MV. A previsão é que o novo sistema (MV Soul) seja implantado inicialmente no Hospital Santa Catarina (Casa piloto do Projeto Transformação) a partir de março de 2017 e, posteriormente, seja replicado nas demais Casas gradualmente.

Para saber mais sobre o Projeto Transformação, acesse o blog clicando aqui.

2016.10.10



Sem Comentários

494 Visualizações

Deixe um comentário :