Projeto Sincronismo inicia levantamento de informações

Postado por admin

Durante o 1º encontro do grupo de trabalho do Projeto Sincronismo, que deve desenvolver uma solução para unificar em todas as Casas o processo de coleta, organização, análise, compartilhamento e monitoramento das informações, a Associação Congregação de Santa Catarina caminha para maior eficácia operacional, colocando todos no mesmo ritmo.

Na abertura, a parábola das dez virgens prudentes (Mateus 25, 1-13) foi apontada pela Irmã Lia Gregorine, presidente do Conselho de Administração da ACSC, sinalizando que diante das fragilidades, precisamos fazer parte do grupo de virgens que estão preparadas e são prudentes. Com o Sincronismo, a ACSC irá se munir de informações para se preparar com maior prudência para o futuro. “O Projeto Sincronismo tem a proposta de garantir um trabalho em união, com uma linguagem comum à todas as Casas. Essa é uma forma de nos precaver e trabalhar para um futuro melhor, sem deixar que a lâmpada se apague”, conta. Sendo assim, “o Projeto Sincronismo está dentro do Evangelho, porque o Evangelho está dentro da nossa vida e o inverso também é verdadeiro”, conclui.

Mateus 25,1-13

“Então o reino dos céus será semelhante a dez virgens que, tomando as suas lâmpadas, saíram ao encontro do esposo. E cinco delas eram prudentes, e cinco loucas. As loucas, tomando as suas lâmpadas, não levaram azeite consigo. Mas as prudentes levaram azeite em suas vasilhas, com as suas lâmpadas. E, tardando o esposo, tosquenejaram todas, e adormeceram. Mas à meia-noite ouviu-se um clamor: Aí vem o esposo, saí-lhe ao encontro. Então todas aquelas virgens se levantaram, e prepararam as suas lâmpadas. E as loucas disseram às prudentes: Dai-nos do vosso azeite, porque as nossas lâmpadas se apagam. Mas as prudentes responderam, dizendo: Não seja caso que nos falte a nós e a vós, ide antes aos que o vendem, e comprai-o para vós. E, tendo elas ido comprá-lo, chegou o esposo, e as que estavam preparadas entraram com ele para as bodas, e fechou-se a porta. E depois chegaram também as outras virgens, dizendo: Senhor, Senhor, abre-nos. E ele, respondendo, disse: Em verdade vos digo que vos não conheço. Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora em que o Filho do homem há de vir.”

 

 

2012.06.01



Sem Comentários

415 Visualizações

Deixe um comentário :