Porque ajudar a Fundação Terra neste Natal? Confira depoimento da Irmã Lia sobre a entidade

Postado por admin

 

“Visitei a Fundação Terra em setembro de 2014. Em pleno sertão pernambucano.

Gente humilde, pobre, simples, que ainda sabe sorrir.

Espaço onde as pessoas buscam vida e sobrevivência.

Um sacerdote assistindo milhares de pessoas.

Crianças, idosos, mulheres, gente necessitada de tudo…

De uma rua invadida de lixo, vê-se agora biblioteca, creche, igreja, escola profissionalizante…

Crianças, muitas crianças…

Padre Airton Freire, que se veste de branco, com sacos de farinha, e usa sandálias rústicas nos pés, está a serviço…Servo entre servos.

Mora num casebre coberto de sapê: uma cama, uma rede, uma mesa, um altar…

A 200 metros da casa, uma capelinha num silêncio total em pleno sertão. Onde busca Deus.

Grande preocupação: a continuidade da obra em vista de sua doença. Diz que traz uma bomba em seu ventre, pois de um aneurisma de aorta, a prótese está lá.

E os pobres precisam ser atendidos…

No rústico de pedras rosas, a vida vai se fazendo através de mãos e corações dispostos à caridade.

Queremos ajudar essa obra a ter um Natal feliz para essas centenas de crianças do sertão.

Você pode ser um doador e fazer uma criança sorrir e ser feliz. Pelo menor por um momento.

Então, mãos à obra: Fundação Terra grita por ajuda”

Irmã Lia Gregorine, presidente do Conselho da ACSC

 

2014.11.13



Sem Comentários

149 Visualizações

Deixe um comentário :