O que você conhece sobre Santa Catarina?

Postado por admin

No domingo, dia 25 de novembro, celebramos o Dia de Santa Catarina. Esse personagem dá vida às nossas Casas e é em sua história de solidariedade que trazemos inspiração para o nosso trabalho diário. Santa Catarina de Alexandria dedicou a sua vida à devoção e sacrificou-se para manter-se fiel à Deus. E você, colaborador, conhece a história se Santa Catarina? Para celebrarmos a data, reunimos alguns fatos admiráveis e importantes protagonizados por ela.

  • Santa Catarina nasceu em berço de ouro em Alexandria, no Egito;
  • Desde cedo, dedicou-se aos estudos;
  • Tornou-se uma mulher muito inteligente;
  • Foi apresentada ao cristianismo por sua mãe;
  • Inicialmente, resistia à insistência da mãe para tornar-se devota;
  • Com 18 anos, declarou a sua fé publicamente;
  • Mesmo sendo bela e cobiçada, renunciou ao casamento e a todas as honras e riquezas para servir Jesus;
  • Perdeu a mãe e enfrentou sozinha o imperador romano Maximiano, que torturava cristãos;
  • Corajosa, mesmo diante desta situação, ratificou a sua fé;
  • Foi presa por Maximiano na masmorra por 12 dias, sem comer e beber;
  • Durante seu período reclusa, converteu guardas, soldados e a Imperatriz ao cristianismo;
  • Sua fé e beleza inabaláveis ao sair da prisão irritaram, ainda mais, o Imperador;
  • Com isso, foi levada à execução e permaneceu tranquila, em oração;
  • Foi livre da morte, milagrosamente, por anjos do céu;
  • Diante disso, recebeu duas opções: casar-se com o Imperador ou ser executada;
  • Manteve-se fiel à Deus e optou pela morte;
  • Seu corpo desapareceu, sendo transportado por anjos ao pico mais alto do Monte Sinai;
  • É padroeira dos estudantes, filósofos e professores;
  • É um dos 14 santos auxiliares da igreja católica;
  • Inspirou Madre Regina Protmann, fundadora da Congregação das Irmãs de Santa Catarina;
  • Tem em 25 de novembro a data do seu sacrifício por Jesus Cristo.

 

Refletir o Dia de Santa Catarina de Alexandria, para nós da ACSC, é um convite para escolhermos o que realmente importa para a transformação de um mundo justo e sincero.

Catarina, nascida no século III, na cidade egípcia de Alexandria, compreendeu que a fé daqueles que a cercavam era concreta, clara e focada no amor ao próximo. Ela entendeu no testemunho dos mártires o compromisso fiel ao Evangelho de Jesus, que convida a dar tudo. Não se contentando com a posição de expectadora e observadora daquela fé viva, ela mesma se deixa encantar pela vida Cristã, pelo compromisso de anunciar uma vida plena em abundância. Na adesão à fé Cristã, acolheu aos pobres e perseguidos, tornando-se ela própria uma perseguida em função da Verdade que quebra o silencio e se faz anúncio.

Condenada à morte pelo então imperador romano Maximino Daia, ela deu testemunho de coerência e fidelidade à Verdade até as últimas consequências, confiando naquilo que a motivava a amar o próximo.

Mas Santa Catarina transcende seu tempo e lugar, invade os séculos e continentes para anunciar algo a nós hoje. E nos convida a refletir o que estamos buscando, como estamos vivendo…

Nesta reflexão, vale a pena imaginar e resgatar as nossas motivações, sonhos, anseios, desejos de tornar a vida mais significativa. Pergunte-se: o que me faz feliz? O que me traz desejo de viver? O que me motiva trabalhar, estudar, me relacionar com minha família e amigos? Tem sentido tudo isso?

Podemos enxergar em tudo isso a motivação de alguém que viveu uma vida doada por aquilo em que se acreditava. É assim que Santa Catarina entra em nossas vidas, como uma jovem de coragem, apaixonada pela vida e pelo Evangelho de Jesus, trazendo-nos a motivação, convite de olharmos para nossas vidas com um esperança e um sonho novo, acreditando que podemos transformar a nossa realidade em vida que respira plenitude, que se relaciona concretamente com o respeito e com o amor ensinado por Jesus, que doa sua vida aos amigos, que doa seu tempo, seu acolhimento, seu sorriso, suas mãos e pés para aqueles que vêm ao seu encontro.

Que Santa Catarina de Alexandria seja exemplo de uma vida plena, vivida com intencionalidade, com profundidade e amor doado ao próximo.

2018.11.09



Sem Comentários

190 Visualizações

Deixe um comentário :