HSI utiliza alta tecnologia para tratamento de perdas de audição

Postado por admin

 

Participar ativamente de uma conversa, cantar a sua música preferida ou ser acordado pelo som dos pássaros são parte do cotidiano, que muitas vezes passam despercebidas. Essa percepção, por sua vez, é completamente diferente e valorizada por inúmeras pessoas que nascem sem audição ou que perdem a capacidade de ouvir em razão do desenvolvimento de uma doença no decorrer da vida. Com o intuito de diminuir estes casos, o otorrinolaringologista Dr. Tobias Torres trouxe para o Hospital Santa Isabel (SC) uma tecnologia capaz de “devolver o som” às pessoas por meio de implantes auditivos. A novidade conta com o apoio do Chefe do Serviço de Otorrinolaringologia do HSI, Dr. Marcos Antônio Nemetz.

A primeira cirurgia deste tipo, no centro cirúrgico do HSI, aconteceu em outubro de 2016, comandada pelo Dr. Tobias Torres, e contou com uma equipe multiprofissional. O procedimento foi supervisionado pela otorrinolaringologista Dra. Leticia Rosito, do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

A paciente de 34 anos, que passou pelo procedimento na época, possuía histórico de cirurgias para controle de infecção nos dois ouvidos. Mas com a vibração óssea gerada pelo implante, está tendo respostas auditivas muito próximas da normalidade.

A cirurgia de ancoragem óssea é indicada para pacientes com perda de audição por más formações anatômicas no ouvido, que comprometem a condução do som do ambiente externo para o ouvido interno. Fixado ao osso temporal sob ou através da pele, o implante, ao receber os sons externos, provoca vibração óssea e, assim, consegue transmitir o estímulo sonoro diretamente ao ouvido interno.

“A paciente me procurou, inicialmente, por um quadro de infecção crônica no ouvido com perda de audição. Controlada, por meio cirúrgico, a infecção existente seguiu a indicação do implante e, após 45 dias, foi ativada para transmitir o som”, conta Dr. Tobias.

Novas tecnologias

Dando continuidade à aplicação das novas tecnologias a favor de pacientes com surdez, foi realizada, em janeiro de 2017, a primeira cirurgia de implante coclear do HSI.

Popularmente conhecida como ouvido biônico, é indicada aos pacientes que possuem perda auditiva profunda sem resposta com o uso de aparelhos de audição convencionais. Nela, um equipamento eletrônico de alta tecnologia, cirurgicamente implantável, substitui a função da cóclea, órgão do ouvido interno, despertando sensações auditivas por estimulação elétrica direta do nervo auditivo.

Com este novo avanço, o Hospital Santa Isabel mostra que está dando os primeiros passos para tornar-se um centro de referência em cirurgias de audição no estado de Santa Catarina. Os procedimentos evitarão que futuros pacientes necessitem buscar esse tipo de tratamento fora de Blumenau. Na Instituição, a cirurgia é realizada com cobertura dos planos de saúde.

 

2017.01.16



Sem Comentários

536 Visualizações

Deixe um comentário :