Hospital Santa Teresa promove rastreabilidade em Central de Esterilização

Postado por admin

O Hospital Santa Teresa (RJ), juntamente com a Empresa MV e o apoio técnico e persistência da equipe de TI e Cadastro Corporativa da ACSC, conseguiram finalizar o projeto de customização do Sistema MVSOUL, no que se refere a rastreabilidade de processos em uma Central de Esterilização. Após alguns meses de trabalho, entra em produção o módulo que é nativo do próprio MV, trazendo maior segurança nos processos da Central de Material Esterilizado do HST e ao usuário final que é o paciente.

Este sistema funciona mapeando todos os processos em que os instrumentais cirúrgicos ou não (RDC 15) devem ser submetidos em uma Central de Esterilização. Toda movimentação de caixas e instrumentais avulsos é feita via código de barras ou Data Matrix no sistema SOULMV, de forma a garantir a rastreabilidade de cada lote processado. Após esterilizados esses itens são dispensados diretamente no aviso de cirurgia que é o identificador do paciente cirúrgico. Por esse sistema, é possível emitir relatórios de rastreabilidade por paciente, relatórios estatísticos e de controle e gestão do próprio setor.

Os agradecimentos vão para o Dr Leonardo Menezes (Diretor Executivo), Dr Marcio Veiga (Diretor Técnico) que apoiaram o projeto desde o início, bem como aos profissionais Marcio Bastos (Ger. Assist.), Iris fonseca (Sup. Enf. de CME), Evelyn Farias(Enf. CME), Carlos Carneiro (Coord. Enf.), Gerson Reis (Esp. TI corp.), Flávia Bragantini (Espec. Sist. Corp), João Gattoni (Anal. TI Corporativa), Luciana Santana (anal. de Sist.T.I. Corp.), Arthur Jaremciuc (Esp. Corp. TI), Guilherme Chaves (Anal. Corp.Cadastro), Max Ribeiro (Sup. de TI  HST), Paulo Ferreira (Assist. TI HST).

Texto de Márcio Pacheco Bastos

Gerente Assistencial do Hospital Santa Teresa

Fotos:

2020.03.03



Sem Comentários

176 Visualizações

Deixe um comentário :