Hospital Estadual Central recebe credenciamento em terapia nutricional enteral

Postado por admin

Quando a alimentação oral é insuficiente ou impossível de ser realizada, o paciente pode receber os nutrientes necessários por meio da Nutrição Enteral ou Parenteral. Recentemente, o Hospital Estadual Central (HEC), da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) e gerenciado pela Associação Congregação de Santa Catarina (ACSC), recebeu credenciamento do Ministério da Saúde que o habilita como Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Terapia Nutricional Enteral/Parenteral.

O credenciamento foi publicado por meio da Portaria nº 716, divulgada no Portal da Saúde. Segundo a coordenadora de nutrição do HEC, Denise Sathler Seara, o credenciamento foi possível porque o Hospital possui uma Equipe Multidisciplinar de Terapia Nutricional (EMTN) que atua com protocolos, manuais e procedimentos de gestão aplicados por todos os profissionais que a compõem, entre nutricionistas, nutrólogos, enfermeiros, farmacêuticos e fonoaudiólogos.

“Em junho deste ano tivemos 57 pacientes internados em Terapia Nutricional Enteral/Parenteral. Desse total, mais de 30% evoluíram com melhora e passaram a alimentar-se via oral”, explicou a coordenadora.

O que é Nutrição Enteral e Parenteral?

A Nutrição Enteral é uma alternativa para a ingestão de alimentos e pode ser feita por meio de uma sonda posicionada ou implantada no estômago, no duodeno ou no jejuno. As dietas enterais industrializadas estão na forma líquida ou em pó e contêm o mesmo valor nutricional (proteínas, gorduras, carboidratos, vitaminas e minerais) que uma alimentação normal e equilibrada.

Já a Nutrição Parenteral é uma alternativa de fornecer os nutrientes (carboidratos, proteínas, lipídios, vitaminas e sais minerais) por via endovenosa aos pacientes que não conseguem ou não podem receber alimentos por meio do trato gastrointestinal. A solução estéril de nutrientes é infundida por via endovenosa por um acesso venoso periférico ou central.

2013.10.21



Sem Comentários

355 Visualizações

Deixe um comentário :