Hospital Estadual Central encerra 2019 com 98% de satisfação dos usuários

Postado por admin

Mais um ano vai terminando e o Hospital Estadual Central (ES) conclui mais um período de prestação de serviços de qualidade para os capixabas. De janeiro a novembro, foram registrados 15.939 atendimentos ambulatoriais, 4.145 procedimentos cirúrgicos e 3.943 internações, com média de 98,02% de satisfação dos usuários.

“Finalizar 2019 com mais de 98% de satisfação é sinal de que estamos no caminho certo. Oferecer atendimento de qualidade para a população capixaba é nosso maior objetivo”, concluiu o diretor executivo do HEC, Rubens Felix.

Logo no início de 2019, o HEC investiu R$ 2.622.000 na compra do sistema de raio-x Allura Xper FD20, um aparelho com a tecnologia mais moderna do Estado para a realização de procedimentos neurovasculares e vasculares periféricos. A compra do equipamento garantiu mais segurança e qualidade no diagnóstico e no processo de intervenção ao paciente. Desde fevereiro, quando a máquina chegou ao hospital, mais de 591 procedimentos foram realizados e muitos pacientes foram beneficiados.

Neste ano, o HEC também concluiu sua participação no estudo Resilient, cuja finalidade era buscar formas de padronizar a trombectomia mecânica no Sistema Único de Saúde (SUS). Esse é um tratamento revolucionário para a fase aguda do acidente vascular cerebral (AVC), que consiste em um cateterismo cerebral, no qual é introduzido um cateter pela virilha do paciente, alcançando o cérebro para a retirada do trombo responsável por entupir a artéria, o que causa sintomas da doença.

E quando o assunto é AVC, o HEC é referência no Estado, oferecendo todos os tratamentos comprovadamente eficazes no mundo para AVC, inclusive a trombectomia mecânica, que é realizada em apenas quatro hospitais públicos do Brasil, sendo o único da rede pública do Espírito Santo a fazer o procedimento. Só em 2019, foram mais de 840 internações na unidade de AVC.

Além da especialidade, o HEC realiza procedimentos de média e alta complexidades nas áreas de vascular, ortopedia e neurocirurgia. Neste ano, os três setores acumularam 2.642 internações. O hospital ainda possui uma clínica do sono, com capacidade para atender até dois pacientes por noite, onde é realizada a polissonografia – exame que investiga distúrbios do sono. De janeiro até o mês de novembro, foram registradas 460 internações no local.

2019.12.26



Sem Comentários

63 Visualizações

Deixe um comentário :