Hospital Estadual Central discute medicina de alta complexidade

Postado por admin

Médicos, enfermeiros, profissionais da área de saúde e acadêmicos participaram do III Simpósio Médico do Hospital Estadual Central (HEC), no último mês. Neste ano, o evento discute o tema “Medicina de Alta Complexidade”.

A abertura do Simpósio contou com a presença do diretor executivo do Hospital, Rubens Félix, e da diretora técnica do HEC, Dra. Andréa Stefano Saliba. “A Secretaria Estadual da Saúde inscreveu um projeto do Central no prêmio Inoves e ficamos entre os três finalistas. Isso mostra que estamos no caminho certo. Nossos profissionais estão entre os melhores e essa troca de experiências é muito importante. O dia a dia faz com que o HEC seja reconhecido como um dos melhores do Estado nas especializações em que é referência”, disse Felix.

Os participantes conferiram um ciclo de palestras, que focaram nas temáticas da cirurgia vascular, anestesia, neurocirurgia e ortopedia, áreas em que o HEC é referência.

O coordenador do Serviço de Neurocirurgia do HEC, Dr. Leandro de Assis Barbosa, ministrou palestra sobre “Tratamento endovascular de aneurisma intracraniano” e destacou que o Central atende grande parte dos casos no Estado. “O HEC deve tratar um terço ou metade dos doentes cerebrovasculares do Espírito Santo e os Hospitais vem evoluindo em endovascular. Aproximadamente 2% da população tem aneurisma, que é uma dilatação localizada que se forma na parede de um vaso, e 30% dos pacientes terão mais de um aneurisma”, explicou.

2013.01.07



Sem Comentários

533 Visualizações

Deixe um comentário :