Hospital Amparo Maternal é destaque na Revista Veja

Postado por admin

O trabalho de acolhimento realizado pelo Hospital Amparo Maternal (SP) junto às gestantes refugiadas e imigrantes foi destaque da revista Veja São Paulo na semana do dia 18 de abril.

Sob gestão da ACSC desde 2008, a Casa é uma maternidade filantrópica que atua com Saúde e Assistência Social, por meio de atendimento exclusivo ao Sistema Único de Saúde (SUS). A Instituição realiza cerca de 600 partos por mês e, somente em 2014, prestou atendimento a 1.508 imigrantes. No local também funciona um centro de acolhida, capaz de atender 100 mães, que podem permanecer ali por todo o período de gestação e por até seis meses após o nascimento do bebê.

Com o lema “Nunca recursar ninguém!”, o Hospital destaca-se pelo excelente atendimento prestado ao público materno-infantil e pelo grupo das 160 voluntárias, que lidam diretamente com as mães e as ajudam com a doação de roupas, itens de higiene pessoal, além de muita atenção e carinho.

O diretor técnico do Hospital Amaparo Maternal, Dr. Newton Tomio Miyashita, explica que o atendimento da Casa inclui todas as gestantes com perfil de vulnerabilidade e desamparo. “O programa de Humanização do Parto e do Nascimento é baseado em três pilares básicos que são: empatia, individualiazação das condutas e fortalecimento do núcleo familiar, características que se encaixam perfeitamente com as necessidades essenciais para estas clientes em situação especial de desamparo e abandono social. Através da empatia, nos colocamos no lugar das pacientes, buscando, ao máximo, sentir e oferecer todo o atendimento baseado nas necessidades pessoais”.

Ainda segundo o médico, o Amparo Maternal oferece outros diferenciais, que reforçam o conceito de parto humanizado defendido pela Casa. “Praticamos a assistência individualizada e com privacidade em um dos nossos sete PPPs, ou seja, nos quartos de pré-parto, parto e pós-parto, onde a presença do acompanhante de escolha da parturiente é permanente e o mesmo compartilha totalmente deste momento especial da vida desse bebê e desta nova família que se forma, fortalecida pelas ações humanizadas de contato pele a pele e aleitamento maternos imediatos ao nascimento, com a participação ativa do acompanhante neste primeiro e importante momento de intimidade e acolhimento carinhoso ao mais novo cidadão”.

2016.04.27



Sem Comentários

541 Visualizações

Deixe um comentário :