HNSC reduz em 30% o tempo de espera na Emergência

Postado por admin

Os pacientes do Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC) estão sendo atendidos com mais agilidade na Emergência. A mudança na gestão do serviço, que passou a ser feita pela diretoria da Instituição no lugar de empresas terceirizadas, permitiu alguns ajustes nas escalas médicas de acordo com a demanda nos diferentes períodos do dia, assim como contratar um médico especialista em atendimentos de urgência, que acompanha o trabalho durante todo o dia, e um médico cirurgião à disposição. Isso refletiu em uma redução de 30% no tempo de espera, além de encaminhamentos mais assertivos, colaborando para a fluidez do atendimento. O HNSC, sediado em Tubarão, é o maior hospital de Santa Catarina em número de leitos.

Há dois meses, foram realizadas mudanças na diretoria do Hospital. O administrador hospitalar e especialista em Gestão da Transformação Organizacional, Fábio Tadeo Teixeira, assumiu a Direção Executiva, e o gerente médico do Hospital, Dr. Chafic Esper Kallas Filho, passou para a Direção Técnica. Em junho, foram realizadas 6.552 consultas na Emergência, o que representa aumento de 12,7% na comparação com o mesmo período do ano anterior. 

Atualmente, 74% dos pacientes são oriundos do Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo Teixeira, a Instituição necessita do atendimento de pacientes particulares e de convênios para manter o fluxo financeiro. “O objetivo é garantir a continuidade dos nossos serviços com eficiência e qualidade, estando sempre disponíveis para acolher e cuidar de todos os pacientes”, afirma o diretor executivo.

Prestação de contas

O HNSC encerrou o ano de 2018 com déficit nas contas. Nos quatro primeiros meses de 2019, devido às mudanças nas equipes médicas das especialidades de anestesia e ortopedia ocorridas nos anos anteriores, houve queda de 10% no movimento de pacientes oriundos de planos de saúde e particulares em relação a igual período do ano anterior. Para minimizar o prejuízo operacional, o modelo de gestão dessas especialidades foi readequado pela nova direção para aumentar os atendimentos de convênios e, assim, buscar o equilíbrio financeiro. Outro ponto importante para a saúde das contas do HNSC, segundo a direção, são os repasses públicos feitos pelo governo do Estado e pelas prefeituras.

Obras melhoram atendimentos

Os recursos do Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica, do Ministério da Saúde, têm ajudado a equipar o HNSC. Os novos aparelhos de tratamento oncológico vão compor o parque tecnológico e o setor de Medicina Nuclear que estão em ampliação.

De acordo com o diretor técnico Chafic, entre os novos aparelhos do setor de Medicina Nuclear estão uma mesa cirúrgica elétrica, bisturis elétricos e cinco focos de luz de LED para cirurgias, além do aparelho de tomografia por emissão de pósitrons, um dos exames mais sofisticados e completos da área, inclusive para cardiologia e neurologia. “O equipamento une dois exames diagnósticos por imagem que, quando realizados em conjunto, são muito eficientes para análise do estágio do tumor, planejamento de radioterapia, verificação da saúde do coração que já tenha sofrido infartos e análise da função cerebral em detalhes”, afirma Chafic.

Também está em construção a unidade de Radioterapia – um dos grandes projetos da Instituição para sanar os principais anseios da comunidade do município e região no tratamento oncológico. O prédio terá 800 m² e ficará localizado em um terreno em frente ao hospital. A conclusão está prevista para outubro deste ano, com funcionamento a partir de janeiro de 2020.

Fábio Tadeo Teixeira e Chafic Kallas Filho – Diretores do Hospital

2019.08.06



Sem Comentários

36 Visualizações

Deixe um comentário :