Hemodinâmica da CSSJ ganha selo de qualidade

Postado por admin

Instituição é o primeiro hospital do Rio de Janeiro a conquistar esta certificação.

A Casa de Saúde São José anuncia uma importante conquista: o setor de Hemodinâmica acaba de receber o certificado de acreditação emitido pelo Instituto de Qualidade e Gestão (IQG) –  empresa líder no mercado de certificação e implementação de programas de gestão de qualidade do segmento de saúde – em parceria com a Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista (SBHCI). Com isso, a CSSJ torna-se pioneira na Cidade do Rio de janeiro em receber esta acreditação. Durante a visita da empresa certificadora foram avaliados: a segurança dos serviços, a qualidade da assistência e a melhoria dos processos.

O setor de Hemodinâmica da CSSJ adquiriu o selo na categoria Ouro, que enfatiza elementos de qualidade, focado na segurança do paciente e na normatização dos processos. “Essa avaliação é extremamente criteriosa e ratificou a excelência na qualidade dos serviços prestados ao paciente pela Casa de Saúde São José. Somos o melhor serviço de Hemodinâmica da cidade do Rio de Janeiro, reconhecido pela Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista”, afirma o cardiologista Roberto Hugo da Costa Lins, chefe do setor de Cardiologia da instituição.

Desde que se dispôs a participar como voluntária do processo de acreditação, o setor de Hemodinâmica investiu em profissionais altamente qualificados e em tecnologia de última geração. É o único lugar na cidade a oferecer o moderno aparelho Artis Zee Floor, da Siemens, que reduz em até 50% a dose de Raios X nos exames e disponibiliza imagens totalmente digitais, de alta resolução, garantindo maior rapidez e precisão dos diagnósticos.

Localizado em um moderno Centro de Cardiologia, composto de Unidade Coronariana e pelo setor de Métodos Gráficos Cardiológicos, o setor consolida o posicionamento da Casa de Saúde São José em oferecer serviços de alta complexidade, garantindo mais eficiência e segurança na assistência aos pacientes, mas sem perder a referência na humanização dos serviços.

2013.04.30



Sem Comentários

593 Visualizações

Deixe um comentário :