HEC realiza procedimento inédito na rede pública do Estado

Postado por admin

Mais uma vez, o Hospital Estadual Central (ES) sai na frente e conquista um novo marco para a saúde do Espírito Santo: no último dia 28, a Instituição realizou um procedimento inédito em um paciente do SUS no Estado. A cirurgia de aorta toracoabdominal com recanalização de artérias mesentéricas durou sete horas e só pode ser realizada graças à aquisição do novo equipamento da hemodinâmica.

O procedimento foi feito pelo cirurgião vascular Claudio Melo Jacques e contou, ainda, com a orientação e auxílio de uma dupla que é referência nessa técnica no Brasil: Luiz Antônio Furuya e Ruy Otávio Barbosa, que vieram de São Paulo para dar um apoio técnico na cirurgia. Ambos também são cirurgiões vasculares e realizam esse tipo de procedimento há cerca de dez anos.

De acordo com os profissionais, o paciente, de 56 anos, tinha um aneurisma roto de aorta abdominal, ou seja, uma emergência cirúrgica de alto risco. “Esse procedimento reduz a possibilidade de complicação, mas ainda assim é complexo. A técnica que utilizamos só foi utilizada por causa da aquisição da máquina nova. Não é qualquer hospital que faz essa técnica. Nós podemos dizer que estamos na ponta da cirurgia vascular mundial”, explica Dr. Claudio.

O cirurgião Luiz Antônio Furuya afirma que a técnica de tratamento minimamente invasivo endovascular proporciona uma condição de menor risco para o paciente. “Como estamos falando de uma doença avançada, o equipamento é fundamental. Na maioria dos serviços, principalmente no atendimento SUS, não tem disponível um equipamento dessa qualidade. Se não tivéssemos uma angiotomografia pré-operatória para planejar direito, o equipamento da hemodinâmica e os materiais adequados, não seria possível realizar esse tratamento”.

Para o Dr. Ruy Otávio Barbosa, a estrutura do HEC é um diferencial na rede pública. “Não é em todo lugar do país que temos acesso a uma máquina como essa e ao tipo de material utilizado. É mais frequente a realização desse procedimento em convênio particular, mas esse hospital é surpreendente. A gente roda bastante o Brasil e é muito raro achar uma estrutura como essa no SUS, até em hospital particular é difícil encontrar tudo isso. Um equipamento como esse da hemodinâmica, então, é raríssimo. Estão de parabéns.”, concluiu.

Sobre o novo equipamento

Com um investimento de R$ 2.622.000,00, agora, a Instituição possui a tecnologia mais moderna do Estado e pode realizar exames específicos com mais segurança para o paciente. O sistema de raio-X Allura Xper FD20 é um aparelho para procedimentos neurovasculares e vasculares periféricos. Ele passou por um período de montagem, calibragem e testes e já está pronto para atender pacientes. Com a novidade, o HEC, que é referência em atendimento a acidente vascular cerebral (AVC), garante mais segurança e qualidade no diagnóstico e no processo de intervenção ao paciente. Esse é um aparelho capaz de fazer reconstruções tridimensionais, tomografias e angiotomografias durante o procedimento, proporcionando um melhor resultado técnico. Além disso, a exposição do paciente e da equipe técnica e médica à radiação será menor.

Fotos:

2019.03.19



Sem Comentários

179 Visualizações

Deixe um comentário :