HEC promove ação de conscientização sobre doenças da tireoide

Postado por admin

O Hospital Estadual Central (ES) abraçou a Semana Internacional da Tireoide, realizada entre os dias 20 e 25 de maio. Essa é uma mobilização promovida em todo o Brasil pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia e tem como intuito de conscientizar sobre a importância do diagnóstico e tratamento da doença, principalmente durante a gravidez, já que o tema da campanha deste ano é “Tireoide e gestação”.

Durante a comemoração, o Hospital promoveu uma ação de panfletagem, no dia 21, para pacientes da instituição. A endocrinologista Alessandra Ferri Casini distribuiu o material informativo da campanha e falou sobre os cuidados com as disfunções tireoidianas. A tireoide é uma glândula localizada na base do pescoço e produz hormônios essenciais para o organismo. Com foco nas gestantes, a campanha deste ano pede atenção durante a gravidez: “A tireoide do bebê só é formada em torno da 10ª, 12ª semana de gestação. Até esse momento, para todo o desenvolvimento do bebê, é necessário e fundamental que os hormônios tireoidianos da mãe estejam em condições adequadas para que ocorra um bom desenvolvimento do feto”, afirmou a endocrinologista.

Ela disse ainda que o período deve ser acompanhado por um especialista. “A orientação para as mulheres que pretendem engravidar é que procurem um especialista e façam um acompanhamento adequado com um endocrinologista durante toda a gestação. Se ela ainda não tem problema, mas tem fatores de risco relacionados a histórico familiar de doença tireoidiana, se ela já operou a tireoide em algum momento, que faça essa avaliação durante a gestação”, explicou.

A médica também alertou para os cuidados com as disfunções tireoidianas em qualquer fase da vida. “Cansaço, queda de cabelo, indisposição e intestino preso podem ser sinais de hipotireoidismo, que é como se a glândula estivesse trabalhando em câmera lenta. Se ela estiver funcionando em excesso, a pessoa emagrece, o coração dispara, cresce o pescoço, aí configura o hipertireoidismo. Ambas as doenças devem ser tratadas, porque trazem problemas maiores para o organismo. O tratamento é simples, mas é preciso procurar um endocrinologista”, destacou.

Fotos:

2019.05.28



Sem Comentários

45 Visualizações

Deixe um comentário :