HCNSC reduz em 20% os casos de Sepse no Pronto Atendimento

Postado por admin

O Hospital de Clínicas Nossa Senhora da Conceição (RJ) divulgou, no início de setembro, uma redução da incidência de casos de Sepse no Pronto Atendimento (PA). O índice de letalidade por Sepse caiu de 30% para 10% e só foi possível após a implementação do protocolo gerenciado, iniciado em 2017, a Colaborativa Sepse. A Colaborativa foi criada com o objetivo de reduzir a letalidade do paciente na unidade do Pronto Atendimento com o quadro de infecção. “Através dos scores de alerta precoce que utilizamos, os “EWS” – News e Meows – conseguimos detectar quando o paciente tem sinais claros de deterioração orgânica”, explica a especialista em Segurança e Experiência do Paciente do HC, Irene Trancoso.

Alguns fatores importantes no cuidado ao paciente foram fundamentais para a redução desse quadro. Um deles é o pacote de ações realizadas na primeira hora do paciente na Unidade, quando a equipe de enfermagem inicia imediatamente o tratamento. Irene explica que os pacientes com os scores elevados são reavaliados até que o valor permaneça menor que 5 no News e 4 no Meows. 

Sobre a Sepse  É uma inflamação generalizada do organismo contra uma infecção que pode estar localizada em qualquer órgão. Ela pode levar à parada de funcionamento de um ou mais órgãos e causar a morte quando não descoberta e tratada rapidamente. Segundo o Instituto Latino-Americano de Sepse (Ilas), no Brasil, são 400 mil novos casos por ano. Mais da metade desses pacientes acabam morrendo.

Confira fotos:

2019.09.16



Sem Comentários

175 Visualizações

Deixe um comentário :