Estudo do Meio: alunos do CSC-SP visitam Santos, Paranapiacaba e o centro histórico de SP

Postado por admin

Nos meses de agosto e setembro, os alunos do Colégio Santa Catarina de São Paulo tiveram a oportunidade de realizar um estudo do meio no centro histórico de São Paulo, em Paranapiacaba e na cidade de Santos.

No centro histórico da capital de São Paulo, os alunos dos nonos anos desembarcaram no Mercado Municipal, onde puderam conhecer um pouco da história desse importante centro de abastecimento. No Marco Zero, tendo a linha azul do metrô sob os pés e a Catedral da Sé diante dos olhos, os alunos aprenderam o valor simbólico dessa referência espacial e ficaram encantados com a arquitetura neogótica da Catedral da Sé e com os afrescos e murais do Mosteiro de São Bento. Do Pátio do Colégio ao Teatro Municipal, os alunos puderam compreender as transformações da cidade ao longo de mais de quatro séculos, e ainda tiveram a oportunidade de visitar o Memorial do Imigrante, no Brás, onde se preserva a história daqueles que vieram de diversas partes do mundo e por ali passaram, contribuindo com a construção da nossa sociedade.

Os alunos dos sétimos anos conheceram Paranapiacaba, vila localizada no município de Santo André, dividida pela ferrovia em duas partes: Parte Baixa, onde estão as residências construídas inicialmente para os funcionários da São Paulo Railway (SPR), primeira ferrovia paulista, e a Parte Alta, zona de relevo ocupada por comerciantes e prestadores de serviço no final do século XIX. Cada uma dessas partes, apesar de vizinhas, ostenta grandes diferenças urbanísticas e arquitetônicas. Eles visitaram o Museu Funicular e o Clube União Lyra Serrano, e também percorreram uma trilha, onde observaram um trecho de Mata Atlântica nativa e aprenderam sobre a importância da preservação do meio ambiente.

Já as turmas dos oitavos anos tiveram a chance de visitar a cidade de Santos. A atividade teve início na Serra do Mar, com observações da paisagem, sua transformação pela ação humana e pelas indústrias. Na cidade litorânea, os alunos embarcaram na escuna Mestre dos Mares rumo ao porto de Santos, principal complexo na movimentação de contêineres da América Latina e o 38º porto do mundo na remoção desse gênero.

No período da tarde, a Bolsa do Café atraiu o olfato e os olhares atentos, contando sua história por meio da arquitetura, dos vitrais, painéis e objetos em exposição. O estudo seguiu, ainda, pelas ruas do conhecido Centro Histórico, marcando parada na Casa da Frontaria Azulejada, construção datada de 1865, tombada pela antiga Secretaria do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Para terminar a atividade, os grupos conheceram o Santuário de Santo Antônio do Valongo, construído no século XVII, com seu estilo barroco, e ouviram curiosamente a história da Igreja, mantida até hoje por um “milagre”.

2016.09.26



Sem Comentários

514 Visualizações

Deixe um comentário :