Especial 10 anos: conheça Neusa da Silva, colaboradora do PAI-ZN

Postado por admin

Em continuidade à celebração dos 10 anos de Congregar, esta edição traz o perfil de Neusa Maria Rebelo da Silva, técnica de Segurança do Trabalho que há 8 anos atua no Polo de Atenção Intensiva em Saúde Mental da Zona Norte (PAI-ZN), Casa administrada pela ACSC em São Paulo, em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde, e que tem por missão garantir ao portador de transtorno mental grave e agudo tratamento intensivo e eficaz, por meio de intervenções breves e atendimento de excelência.

Embora esteja presente desde o início das atividades do PAI-ZN, a trajetória de Neusa na ACSC começou bem antes, há exatamente 13 anos, no Programa de Saúde da Família (PSF) e na Assistência Médica Ambulatorial (AMA). Após contribuir com a implantação dos sistemas e processos de segurança do trabalho nessas duas Casas, Neusa recebeu a missão de disseminar as mesmas práticas no PAI-ZN.

“Aqui eu sou a única colaboradora dessa área. Tenho várias responsabilidades e uma delas é o gerenciamento do sistema de Serviços Especializados em Engenharia e Segurança do Trabalho (SESMT). Dentro desse sistema temos o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA) e o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO), que são exigidos por lei”, comenta.

A rotina de Neusa compreende a realização de várias inspeções, com o propósito de sempre verificar se as 35 Normas Regulamentadoras (previstas na lei) estão sendo cumpridas nas áreas, bem como verificar se todos os seus colegas de trabalho estão exercendo suas tarefas com segurança.

O trabalho de Neusa tem uma importância muito grande, afinal, ela zela pela segurança de todos os profissionais que atuam na Instituição. “Eu colaboro com a prevenção da saúde do colaborador e me vejo como uma ‘pré-fiscal’, apesar de a palavra ser feia. Mas isso porque eu faço inspeções diárias. Sempre que vejo um risco, pontuo e passo para o meu gestor direto, e ajudo na execução de ações para acabar com os riscos”, ressalta.

Ela “pega no pé” de todos, principalmente no que diz respeito ao cumprimento da NR32, norma regulamentadora dos profissionais da área de saúde que, entre suas diversas disposições, proíbe, por exemplo, o consumo de alimentos no local de trabalho. “Se vejo alguém comendo alguma coisa fora do local indicado, dou bronca e brigo mesmo”, conta de forma bem-humorada.

Um ponto importante que Neusa enfatiza é a extensão de seu trabalho para os pacientes da Casa. “Quando o colaborador sabe que está sendo cuidado, ele trabalha tranquilo e, desta forma, faz um atendimento ao paciente com qualidade e paixão. Eu acho muito importante o meu trabalho”.

Neusa olha com carinho para a sua trajetória no PAI-ZN. Ao longo do tempo, soube superar dificuldades, resolver conflitos e acabou se apaixonando pelo trabalho realizado na Casa.

“Quando você trabalha ao lado de pacientes psiquiátricos, aprende a ter respeito pelo ser humano, dar carinho pra quem precisa de um sorriso. A gente volta de uma visita dessa área se sentindo muito melhor em dias difíceis”, revela.

Perfil

Nome completo: Neusa Maria Rebelo da Silva

Idade: 59 anos

Filhos: Neusa tem três filhos – José Adilson (37 anos), Ubiratan (35 anos) e Tácio (33 anos).

Sobre a vida: “Me sinto uma guerreira. O que tenho, conquistei com muito sacrifício. Mas, sempre dei o melhor de mim no que me propunha a fazer para conquistar meus objetivos”.

Nos momentos de lazer… “Ouço boas músicas, pois me traz paz e me faz viajar no tempo, a ter boas recordações. Também viajo, passeio com amigos e família, além de curtir minha mãe e netos”.

Trabalhar na ACSC: “Me deixa orgulhosa por ser uma empresa fidedigna”.

Congregar: “Por meio deste canal as Casas da ACSC interagem. É importante para saber dos acontecimentos, inclusive das Casas onde trabalhei. Dá para matar a saudade dos amigos”.

Um sonho: “Uma viagem à Fernando de Noronha”.

Um lema: Nunca perder a fé”.

Propósito de vida: “Ser feliz”.

2016.03.11



Sem Comentários

706 Visualizações

Deixe um comentário :