Equipe Assistencial do Hospital São José apresenta resultados de 2017

Postado por admin

O ano de 2017 foi de muitas conquistas para os profissionais de enfermagem do Hospital São José (RJ). Aumento do envolvimento dos familiares no cuidado com os pacientes, diminuição do tempo de permanência de internados, redução de quedas e de infecções e melhor interação entre as equipes foram apenas alguns dos bons resultados do ano, que foram apresentados em encontro realizado no dia 5 de dezembro para diversos setores do Hospital. “É com grande satisfação que fazemos esse evento hoje. Trabalhamos em 2017 com um foco direcionador: a segurança dos pacientes. Usamos ferramentas e processos para chegarmos a esses resultados, possíveis graças ao trabalho em equipe”, afirma Paulo Bastides, gerente de Enfermagem do HSJ.

As apresentações foram realizadas por supervisores, enfermeiros e técnicos de enfermagem que, juntos, comemoraram vitórias e expuseram projeções para 2018. Ao abrir o encontro, a Coordenadora de Enfermagem, Renata Gomes, convidou todos os presentes a refletirem sobre questões como “O que fizemos? Como fizemos? Para onde vamos? O que aprendemos?”, além do conceito de mudança e melhoria (“Mudamos ou melhoramos?”), dando sequência à atividade.

A equipe do Ambulatório de Oncologia iniciou as exposições mostrando números que surpreendem: apenas as quimioterapias e hormonioterapias realizadas em 2017 somaram 10 mil atendimentos. “Também iniciamos as consultas de enfermagem e as visitas setoriais, que reforçam a aproximação da nossa equipe com pacientes e familiares, além do acompanhamento do tratamento oncológico”, destacou Alexandra Gallindo, supervisora da equipe.

Membros do Serviço de Urgência e Emergência apresentaram indicadores que demonstraram a evolução no monitoramento e na classificação de risco dos pacientes e da redução do tempo de atendimento. Já os setores de internação particular e SUS, ressaltaram projetos como o round de enfermagem, que fortaleceu o envolvimento dos acompanhantes no cuidado com o paciente. “Também adotamos diversas medidas para evitar a queda de pacientes, como a colocação de pulseira amarela e visita técnica”, completou a supervisora de enfermagem do setor particular, Sydineia Branco.

Ações para reforçar a segurança do paciente e o aumento da interação com setores de internação e recepção, com vistas à remodelagem do agendamento cirúrgico, foram alguns dos pontos principais abordados pelo Centro Cirúrgico. A aproximação com outras equipes também foi apontada pelos profissionais do CME, que apresentou um projeto em parceria com a equipe de Suprimentos que trouxe grande economia na aquisição de materiais, e do CTI, que elogiou a atuação da Higienização na redução das Infecções Relacionadas à Assistência em Saúde (IRAs). “Consegui perceber que a equipe de enfermagem está cada vez mais inteirada com outros setores e que eles reconhecem que as áreas de apoio conseguem colaborar para seus resultados”, avaliou o Coordenador de Suprimentos Tiago Reis Lacerda, convidado do encontro.

Membros das equipes da Educação Continuada, Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH) e da Ouvidoria, também apresentaram suas conquistas, como o aumento do número de colaboradores treinados, redução das infecções e aumento da confiabilidade no atendimento. “Hoje não sobrevivem os que são mais fortes ou mais inteligentes. Sobrevivem os que se adaptam melhor às mudanças”, citou ao final do evento o Coordenador de Enfermagem, Renato Rabe, mostrando que a evolução da equipe vai ao encontro das necessidades dos pacientes. Renata Gomes agradeceu a todos os participantes pelo envolvimento no sucesso das atividades de 2017.

2017.12.11



Sem Comentários

673 Visualizações

Deixe um comentário :