Educadores do CSC em Seminário Internacional de Educação

Postado por admin

Um grupo de educadores de todos os segmentos do Colégio Santa Catarina (MG) participou do V Seminário Internacional de Educação Contemporânea (SIEC 2018), realizado entre os dias 17 e 19 de maio, em Juiz de Fora, com grandes nomes nacionais e internacionais. O tema deste ano foi “Cidades educam, escolas humanizam”. O objetivo do encontro foi promover o aprimoramento e formação de profissionais ligados à área de educação, visando a otimização dos processos pedagógicos, estimulando atividades proativas e empreendedoras, melhorando o desempenho das instituições escolares.

Entre os palestrantes, convidados como Clóvis de Barros, Viviane Mosé, Bráulio Bessa, Moacyr Gadotti e o filósofo italiano Pier Cesare Rivoltella. Foram abordados diversos assuntos como educação financeira nas escolas, transtornos comportamentais, educação afetiva e ética sexual, desafios de formar cidadãos na sociedade midiática. Além das palestras, o evento teve espaço, ainda, para apresentação de trabalhos de pesquisa e de abordagem de diferentes temas como inclusão, formação e práticas pedagógicas. Segundo a organização do SIEC, esta é uma ótima oportunidade para estabelecer um debate educativo, humanizador, proporcionando uma troca de ricas experiências de sala de aula e do cotidiano escolar.

Uma das representantes do CSC no evento é Patrícia Ribeiro, professora de Língua Portuguesa do Fundamental II. Na opinião dela, a palestra de abertura, de Clóvis de Barros, foi muito lúcida e próxima da realidade da sociedade contemporânea. “Ele falou sobre ética e como ela pode ser compartilhada para aperfeiçoar nossa convivência humana. Foi uma fala muito interessante, com muitos exemplos que podemos associar ao nosso cotidiano, tanto dentro da escola como no convívio em sociedade”.

A professora acredita que os temas abordados durante as palestras trazem conhecimento e ideias para somar ao trabalho do docente:  “nesse sentido, tem uma palestra sobre a escola humanizada e os desafios para formar cidadãos na sociedade midiática que chamou minha atenção. Parece bem interessante, acredito que essa fala venha agregar ao projeto sobre educação humanizadora que já desenvolvemos e que guia nosso trabalho no Santa Catarina. Além disso, houve uma palestra que tratou do currículo escolar e como torná-lo significativo para que ele produza sentido na vida dos discentes. Acho que isso guia nossa prática no ambiente escolar, norteia nossa ação no contexto da sala de aula. Estamos sempre tentando associar o que trabalhamos em sala de aula com a vida do aluno e a sociedade na qual ele se insere, para que isso seja motivador para todos e desperte interesse. O saber escolar precisa estar sempre atrelado à vida do aluno”.

De acordo com a supervisora, Joana Bomtempo, os temas propostos vão ao encontro do que estão buscando na escola, seja através de discussão entre professores, equipe pedagógica, entre docentes e Direção, na formação continuada ou nos grupos de estudos. “O conhecimento mais profundo de temas tão relevantes em nossa educação atual e futura nos permite analisar e fazer melhor nossa prática pedagógica. Por integrar um grupo de estudo junto com outros representantes da Educação Infantil das casas de educação da Associação Congregação de Santa Catarina, um tema em especial me chama a atenção: como transformar o currículo escolar em algo significativo e que produza sentido para a vida. Temos discutido muito sobre isso. Ressalto, também, o nível de excelência dos palestrantes e agradeço a oportunidade de participar desse evento, pois é mais uma forma de aprendizagem, crescimento pessoal e profissional”, conclui Joana.

2018.05.28



Sem Comentários

236 Visualizações

Deixe um comentário :