Crianças da Creche Monteiro Lobato cultivam verduras e legumes

Postado por admin

Fazer uma criança gostar de comer verduras, legumes e frutas não é uma tarefa fácil. Algumas estratégias podem até fazer a criança experimentar, mas não criam nela o hábito da boa alimentação. Com esse objetivo em mente, educadoras da Creche Monteiro Lobato, administrada pelo Colégio Santa Catarina de Juiz de Fora (MG), criaram um projeto permanente que vem conquistando ótimos resultados entre a criançada: a horta comunitária. Cada turma da Creche é responsável por um canteiro, onde é plantada uma hortaliça ou legume, e elas ficam responsáveis por cuidar, regar e acompanhar o crescimento.

“O trabalho começou porque muitas crianças não comiam verdura nem legume. Elas rejeitavam tudo o que tinha cor diferente no prato. Era só arroz, feijão e carne. E nós queríamos mudar isso”, explica a assistente de coordenação Dayane Cristina de Almeida. Tudo o que é plantado pelas crianças é aproveitado na cozinha da Creche, na hora do almoço ou janta. A variedade é grande: alface, couve, almeirão, mostarda, manjericão, beterraba, tomate cereja, vagem e até maracujá. E o melhor: são orgânicos, cultivados sem agrotóxicos. “O feedback dos pais é interessante, porque alguns não acreditam que o filho comeu couve ou alface, já que em casa não come”, afirma a coordenadora da Creche, Nathalia Maria de Moraes.

A horta fica em um corredor lateral ao prédio da Creche, um espaço que era pouco funcional para as crianças, por ser estreito. Mas ganhou utilidade e visibilidade com a horta, cujos canteiros são feitos de pneus. “Ali bate sol durante um período e tem sombra também. É um espaço gramado, que realmente ficou bonito e aconchegante. E como dá vista para a rua, as pessoas passam e elogiam a nossa horta. As crianças também fazem questão de mostrar aos pais o que elas plantaram”, relata Nathalia.

Além da rotina de cuidar semanalmente da horta, para as turmas de três anos, o projeto ganhou uma extensão. As educadoras fizeram uma adaptação da história infantil “Chapeuzinho Vermelho”, que ganhou um novo título: “O que tem na cesta da Chapeuzinho Vermelho?”. “Com isso, é proposto às crianças uma reeducação alimentar, além do incentivo aos hábitos de higiene, para que todos possam contribuir com o desenvolvimento delas de forma saudável”, explica Dayane.

As educadoras apresentaram às crianças as partes do corpo humano, os alimentos saudáveis (frutas, legumes, verduras e grãos) e a importância de comê-los e quais os alimentos fazem mal ao organismo. Ao longo de todo o trabalho, também foi feita uma conscientização quanto à economia de água e de não jogar lixo no chão, para não poluir o solo. Vejam no vídeo a seguir como, através da história trabalhada, as crianças conseguem assimilar o aprendizado:

“Sabemos que, na história da Chapeuzinho Vermelho, a cesta que ela leva para a vovó tem guloseimas, mas na adaptação que as educadoras fizeram, a cesta só tem produtos saudáveis: cenoura, beterraba, couve, frutas. E na cesta do lobo mau, tem as guloseimas que, se ingeridas em excesso, podem dar dor de barriga e cárie nos dentes”, explica Dayane. Para fixar o conteúdo, as educadoras fizeram um painel em sala de aula ilustrando a história contada.

O objetivo é deixar a criança se envolver com o alimento, para que ela passe a dar valor ao que come e tenha prazer em se alimentar. É um experimento simples que toda mãe também pode adotar em casa, para fazer a criança comer fruta, verdura e legume. “Muitas vezes, as crianças rejeitam a comida sem nunca ter experimentado. Se ela cultivar, manusear e preparar, é natural que queira experimentar. E ao saber que gosto tem, elas gostam”, afirma Nathalia, contando que, no fim do ano, o mesmo trabalho será realizado com as turmas de dois anos.

A maioria das 180 crianças atendidas fica na creche em tempo integral. Elas recebem café da manhã, almoço, café da tarde e janta. O cardápio é elaborado com todo o aporte de nutrientes imprescindíveis para o crescimento de uma criança, e as cozinheiras são orientadas por uma nutricionista.

2017.07.10



Sem Comentários

811 Visualizações

Deixe um comentário :