Creche Monteiro Lobato adota iniciativas simples para preservar o meio ambiente

Postado por admin

As questões ambientais ganharam força na última década e o termo sustentabilidade está em voga. No dicionário, sustentabilidade se traduz pela característica ou condição de um processo ou de um sistema que permite a sua permanência, por um determinado prazo. Sustentabilidade também pode ser definida como a capacidade do ser humano interagir com o mundo, preservando o meio ambiente para não comprometer os recursos naturais das gerações futuras. Ultimamente este conceito tornou-se um princípio. E nada melhor que cultivá-lo desde cedo, com as crianças. Por isso, consciente de seu papel de trabalhar temas relevantes para a boa vida no planeta, a Creche Monteiro Lobato (MG) montou um projeto que objetiva economizar água e diminuir a produção de lixo na instituição.

Bomba utilizada para captação de água da chuva

Em relação à água, a Creche improvisou um sistema para captar água da chuva. “Eu comecei a contabilizar o nosso consumo mensal de água e aí pensei que seria possível fazer alguma coisa para economizar. E então comecei a pesquisar, inclusive, eu li que o Lar Madre Regina, em Guarulhos, que pertence à Congregação das Irmãs de Santa Catarina, inovou com um projeto para aproveitar a água das chuvas e me inspirei”, explica Karine Rezende, coordenadora geral da Creche. Foi comprada uma bombona, com capacidade para 230 litros, que foi anexada num local alto, a mais ou menos três metros do chão, para que a água tenha força para sair pela torneira adaptada quase na base do recipiente. Essa bombona está ligada à calha do telhado, onde foi instalada uma espécie de filtro, a fim de evitar que caia folha ou qualquer tipo de impureza maior. Dentro da bombona é colocada uma pequena quantidade de água sanitária, que preserva a água armazenada por cerca de uma semana. “Nós usamos essa água para aguar a nossa horta e para lavar o pátio externo”, completa Karine.

 Outra preocupação da coordenadora era em relação ao lixo produzido pela Creche. “Eu comecei a perceber que boa parte do nosso lixo era resto de alimentos, como casca de ovo, casca de legumes e de frutas. E eu quis saber se haveria uma forma de utilizar isso, de alguma maneira. Novamente comecei a pesquisar e cheguei à técnica da compostagem”, conta Karine, com entusiasmo. O processo consiste em colocar todo o resto orgânico do lixo num tambor e cobrir com uma fina camada de serragem ou de terra. Essa mistura é remexida todos os dias e, ao fim de três meses, vira adubo orgânico que é utilizado na horta e no jardim da Creche.

 A coordenadora ressalta que a horta foi criada este ano e já está produzindo alface, tomate cereja, salsa e cebolinha, erva cidreira, boldo, manjericão, hortelã e rúcula. Tudo será utilizado para consumo interno, na produção das refeições para as crianças. Além de estimular o hábito da alimentação saudável, tudo o que for consumido fresquinho, direto da horta, será orgânico, sem agrotóxico algum. “Em ambos os processos, tanto da captação da água da chuva quanto na compostagem, estamos começando com uma pequena escala, como um projeto experimental e, se der certo, pretendemos ampliar a ideia. O custo do nosso investimento foi apenas de 230 reais. O resto é só benefício, para creche e para o meio ambiente”, destaca Karine.

As bombonas utilizadas no projeto foram pintadas pelas crianças das salas de três anos como uma oportunidade para introduzir o tema da sustentabilidade. As educadoras falaram sobre meio ambiente, lixo e compostagem. A partir daí, as crianças começaram a fazer visitas à horta para acompanhar o crescimento das hortaliças. Agora, as turminhas maiores estão elaborando uma horta vertical, feita com garrafa PET, onde serão plantadas algumas ervas. O próximo passo, segundo Karine, é replicar a iniciativa com as famílias das crianças e também com a comunidade do entorno da creche. “A ideia é convidá-los a conhecer o projeto e explicar como funciona, mostrando que qualquer pessoa pode fazer isso em casa, porque é simples e barato”.

2014.05.08



Sem Comentários

537 Visualizações

Deixe um comentário :