Coronavírus: saiba como manter os cuidados com a doença

Postado por admin

Conforme estamos acompanhando, após uma queda significativa nos números de casos relacionados à Covid-19, mais uma vez, as estatísticas voltaram a subir de forma preocupante. Alguns países, como Itália, França, Alemanha e Reino Unido voltaram a impor o lockdown para segurar o ritmo de contágio. No Brasil, há uma preocupação com aumento de casos internações e mortes. Há estudos sobre possíveis vacinas para o tratamento da doença, porém ainda não há cura para ela. A pandemia continua e deve-se manter todos os protocolos necessários para a segurança da população. Mas como nós podemos aprender com essa nova onda da doença e controlar a disseminação do vírus? Confira a entrevista com o Dr. Fernando Passamani Fagundes, Médico Corporativo do Trabalho da Rede Santa Catarina.

– A que se deve essa nova alta nos casos de Covid-19, especialmente aqui no Brasil?

Dr. Fernando: O curso da doença é semelhante ao que vem sendo observado na Europa, que desde o final de outubro voltou a apresentar seus hospitais lotados e sendo reiniciadas medidas de contenção. O retorno das atividades laborais presenciais para a maioria das funções aumenta o risco de aglomeração no transporte público e no ambiente de trabalho. Observo também que grande parte da população brasileira, possivelmente devido ao tempo do início da pandemia e às informações do avanço no desenvolvimento da vacina, passou a agir como se não houvesse mais o risco da doença, se descuidando quanto às prevenções indicadas.

– Quais os cuidados ainda devem ser tomados?

Dr. Fernando: Lave as mãos com água e sabão ou higienize-as com álcool 70% como muita frequência, principalmente quando estiver em ambientes públicos. Se manusear objetos de uso compartilhado ou se for levar a mão ao rosto.

Higienize com frequência objetos de uso compartilhado ou utilizados frequentemente como, por exemplo, computador e celular.

Pratique o distanciamento social (mínimo de 1,5 metro);

Mantenha alimentação saudável, durma bem, exercite-se;

Faça o uso de máscara em todos os ambientes fora de casa. As máscaras funcionam como barreira física, em especial contra as gotículas potencialmente contaminadas.

– Como as pessoas podem se cuidar para que não tenhamos uma segunda onda tão grave?

Dr. Fernando: Além das medidas preventivas descritas anteriormente, deve-se procurar serviço médico ao aparecimento dos sintomas da Covid-19, como tosse, febre, coriza, dor de garganta, dificuldade para respirar, perda de olfato (anosmia), alteração do paladar (ageusia), distúrbios gastrintestinais (náuseas/vômitos/diarreia), cansaço (astenia), diminuição do apetite (hiporexia) e dispnéia (falta de ar). Também manter o isolamento preventivo quando indicado.

– Quais são os riscos de se expor à doença?

Dr. Fernando: Ao se expor, a pessoa pode não apresentar sintomas, mas isso não impede que transmita para outras pessoas, como familiares, colegas de trabalho etc. Ela pode, ainda, apresentar sintomas que podem variar de um resfriado leve (sensação febril ou febre associada a dor de garganta, dor de cabeça, tosse, coriza) a uma pneumonia severa, podendo vir a óbito.

– Na sua opinião, qual é a melhor forma de conscientizar as pessoas sobre a importância dos protocolos de segurança?

Dr. Fernando: Através do esclarecimento que a pandemia ainda não passou. Devemos sensibilizar a todos que, por mais difícil que seja manter a rotina de uso de máscara, distanciamento social e assepsia das mãos, não devemos isso somente a nós, devemos a quem amamos, como nossos pais, filhos, avós, cônjuge e à sociedade.

Cuidados devem continuar sendo seguidos com máxima atenção.

2020.11.26



Sem Comentários

898 Visualizações

Deixe um comentário :