Convênio promove melhorias na UTI Neonatal do Amparo Maternal

Postado por admin

Um convênio entre o Hospital Amparo Maternal (SP), a Justiça Federal e a Central de Penas e Medidas Alternativas de São Paulo – CEPEMA, beneficiou o projeto “Melhoria na Eficácia do Atendimento dos Pacientes Neonatos e Pediátricos da UTI NEONATAL”. Foram encontrados recursos provenientes da aplicação de penas ou medidas alternativas da Justiça Federal de 1º Grau em São Paulo e, com isso, foi positiva a aquisição de mais um Ventilador SERVO-i Infantil para a UTI Neonatal do Amparo, que oferece agora ainda mais segurança no cuidado com seus pacientes.

Instalado há pouco mais de um mês, o novo equipamento foi utilizado em cinco recém-nascidos entre os dias 15 de março e 15 de abril. Dra. Victoria Catarina Melo, responsável pela UTI Neonatal do HAM, fez uma análise desse primeiro período de utilização. “Por meio da avaliação clínica diária, associada a exames laboratoriais e de imagens, foi possível analisar a melhora do quadro respiratório dos pacientes, permitindo sugerir que a VPM foi potencializada com a utilização SERVO-i, reduzindo sinais de desconforto respiratório e tempo de uso da VPM e, consequentemente, otimizando o tempo de internação na unidade neonatal”.

A Fisioterapeuta Ana Flávia Rocha e Silva Otaviano complementa. “O tempo médio de VPM no SERVO-i foi de 42 horas, o que nos dá menos de 2 dias em uso. Este resultado é muito satisfatório, tendo em vista que, quanto mais tempo em ventilação mecânica, maiores são os riscos de complicações pulmonares decorrentes do uso prolongado de VPM, tais como a pneumonia associada a ventilação, lesões pulmonares, displasia bronco pulmonar e retinopatia da prematuridade”.

Confira algumas fotos:

2020.04.28



Sem Comentários

141 Visualizações

Deixe um comentário :