Com alto índice de aprovação, Hospital Estadual Central elege novo Conselho Gestor e amplia atendimento

Postado por admin

Com aprovação de 94% durante o ano de 2013, o Hospital Estadual Central, localizado em Vitória/ES, começou 2014 com várias atividades.

No dia 24 de janeiro, os representantes dos funcionários no Conselho Gestor do Hospital. A eleição foi conduzida pelo diretor executivo do hospital, Rubens Felix, e pelo secretário executivo do Conselho Estadual de Saúde, César Valente.

Para o quadro de titulares, foram eleitas Andrea Stefano Saliba, Lilian Calheiros de Almeida e Tereza Cristina Diniz. Como suplentes, Marcela Marques, Letícia Pacheco e Fernanda Amâncio.

A partir deste ano, tornou-se obrigatória a formação do Conselho Gestor nas unidades administradas por Organizações Sociais de Saúde (OSS), como é o caso do HEC, que é gerenciado pela Associação Congregação de Santa Catarina (ACSC). O Conselho Gestor é um braço do Conselho Estadual de Saúde (órgão colegiado responsável por fiscalizar as ações públicas de saúde do Governo do Estado).

“O Conselho Gestor tem um papel muito importante. Ele dá legitimidade à unidade de saúde e confere transparência aos serviços que estão sendo prestados”, comentou o secretário executivo do Conselho Estadual de Saúde, César Valente.

O HEC também ampliou o atendimento à população. Agora são atendidos pacientes encaminhados pelo Centro Regional de Especialidades (CRE), que necessitam realizar artroscopia (procedimento cirúrgico feito para tratar principalmente doenças nas articulações) de quadril, ombro ou joelho.

Além disso, quem fazia tratamento no Hospital dos Ferroviários, em Vila Velha, agora será atendido no Hospital Estadual Central. O agendamento das consultas é feito pelo HEC, que entra em contato com o paciente e marca a data do atendimento.

O rápido tempo de resposta para as reclamações dos usuários é um dos segredos do sucesso da gestão do HEC. Pela legislação, o prazo para retorno é de sete dias, mas o Hospital tem uma meta mais ousada: a partir do momento em que o Sistema de Atendimento ao Usuário (SAU) encaminha a demanda para a unidade, o gestor tem até três dias para responder. Assim, o hospital tem conseguido diminuir o prazo de retorno para o usuário.

O HEC também está investindo no desafio de formar líderes. Quem está a frente do Programa de Desenvolvimento de Líderes (PDL) é a psicóloga e gerente administrativa do Hospital, Tereza Cristina Diniz. O PDL é um programa de treinamento em módulos rápidos, objetivos e com temas aplicáveis ao cotidiano dos líderes.

Tereza junto com a turma de líderes que passaram pelo PDL em 2013

Tereza explica que muitas vezes as empresas têm dificuldade de encontrar um líder pronto, então, optam por investir no desenvolvimento de seus gestores. “Nos treinamentos, trabalhamos ferramentas práticas de liderança que o gestor precisa para o exercício de sua função”, pontua.

Para a gerente de suprimentos do hospital, Roberta Menezes Brandão de Souza, os treinamentos do PDL têm sido uma oportunidade, principalmente para os líderes em desenvolvimento, ampliarem o conhecimento sobre áreas de atuação para as quais não foram formados.

Entre os assuntos trabalhados no ano passado estão feedback e técnicas de seleção e entrevista. Neste ano, o PDL será retomado em fevereiro, com um treinamento sobre administração do tempo.

 

 

2014.02.28



Sem Comentários

572 Visualizações

Deixe um comentário :