Casas de Saúde comemoram a Semana da Enfermagem

Postado por admin

Para comemorar o Dia Mundial do Enfermeiro, em 12 de maio, as Casas de Saúde da Associação Congregação de Santa Catarina realizaram variadas ações para reforçar a data. Confira:

– A Casa de Saúde São José (RJ) realizou a XXI Semana de Enfermagem — Arte, Cuidado e Cidadania. A segurança do paciente e os desafios da enfermagem no cuidado com a vida foram destaque nas palestras e mesas-redondas que integraram a programação do evento deste ano. O objetivo foi promover o desenvolvimento científico das equipes de técnicos, enfermeiros e auxiliares operacionais de enfermagem.

– O Hospital Santa Teresa (RJ) celebrou a Semana da Enfermagem proporcionando aos seus colaboradores e profissionais de saúde do Município uma semana com diversas palestras do tema: Segurança no Cuidar – Um novo olhar. O evento, que está na 44º edição, teve média de 80 expectadores por dia e contou com renomados palestrantes da cidade. No dia do Enfermeiro, o HST realizou uma Missa em homenagem aos profissionais do hospital.

– Com foco no bem-estar dos profissionais de saúde, o Hospital de Traumatologia e Ortopedia Dona Lindu (RJ) promoveu a quarta edição da Semana de Enfermagem com uma programação que incluiu palestras e atividades práticas voltadas à equipe de enfermagem e colaboradores de outras áreas. O evento contou com a participação média de 30 colaboradores por palestra e, ao final de cada dia todos puderam participar de sorteio de brindes e de um animado coffee break, que promoveu grande interação entre as diferentes áreas do hospital.

– No Hospital de Clínicas Nossa Senhora da Conceição (RJ), a Semana de Enfermagem contou com várias palestras e atividades com a presença dos colaboradores e alunos dos cursos técnicos de enfermagem de Três Rios. O evento, tradicional no HC, teve a participação de mais de 180 pessoas e, no último dia da Semana, foi celebrada uma Missa pelo Padre João, Capelão do Hospital, com a presença de vários profissionais da enfermagem e representantes da comunidade.

– Ainda no Rio de Janeiro, os enfermeiros dos Hospitais Estaduais Alberto Torres, em São Gonçalo, e João Batista Caffaro, em Itaboraí, foram presenteados com uma semana de palestras sobre diversos temas, com o objetivo de ampliar o conhecimento e promover a integração entre os profissionais. Em parceria com as Casas, as empresas BBraun, Danone, Life Saver e Convatec realizaram palestras sobre tipos de curativos, nutrição do paciente e uso correto do capote. Os enfermeiros foram surpreendidos ainda com uma palestra com o psicólogo do HEAT, Luiz Antônio da Silva, sobre a “Humanização do Cuidado”, sorteio de brindes e um lanche que foi oferecido para todos após o final de cada evento.

– No Mato Grosso, o Hospital São Luiz promoveu a 18ª Semana da Enfermagem com foco na Violência Institucional, ou seja, no uso arbitrário da autoridade e do saber, com o palestrante Dr. Marcelo Horn, Advogado e Especialista em Direito Público, Professor e Mestre em Ciências Jurídicas e Sociais. Após a palestra, foi servido um coffee break e sorteados brindes aos participantes.

– Já no Espírito Santo, o Hospital Estadual Central realizou a tradicional Semana da Enfermagem com o tema “Cuidando de quem cuida”, por meio do preceito de que para poder cuidar bem de alguém, é necessário primeiro cuidar de si mesmo.

– Em São Paulo, o AME Itapevi celebrou uma missa com o Padre Fábio em homenagem ao Dia da Enfermagem, Dia das Mães e Dia do Assistente Social. A missa contou com a participação dos colaboradores e do coral, que fez a diferença na celebração. Houve também um momento de reflexão realizado pela Gerente Executiva, Daniela Rodrigues, sobre a cerimônia de Canonização de Emilie de Villeneuve, fundadora da Congregação das Irmãs de Nossa Senhora da Imaculada Conceição de Castres, mais conhecidas como “Irmãs Azuis”, parceiras da ACSC no Hospital São Luiz e no Hospital Regional, ambos em Cáceres/MT.

– No Hospital Santa Catarina (SP), a homenagem aos enfermeiros contou com café da manhã, palestras, exposição científica, almoço especial, premiação do concurso de pôster digital e sorteio de brindes. Sob o tema “Eu vim para servir”, as atividades promoveram a valorização dos profissionais, destacando as relações como ponto de atenção para o verdadeiro cuidado humanizado.

– No Sul, o Hospital Santa Isabel (SC) realizou a 1ª Noite Cultural em comemoração à Semana da Enfermagem. Organizada pela Comissão Científica de Enfermagem do HSI, a abertura contou com a apresentação do tema da ABEN (Associação Brasileira de Enfermagem) deste ano, “Enfermagem em Defesa do SUS: A Caminho da 15ª Conferência Nacional de Saúde”, que visa sensibilizar os profissionais da enfermagem sobre a importância de contribuir com diretrizes que agregam qualidade ao serviço prestado pelo SUS. Após o ato cerimonial, iniciou-se as apresentações, onde os próprios colaboradores do Hospital puderam revelar seus talentos com música, dança e teatro.  A noite foi de grandes revelações artísticas, recheada de sorrisos, aplausos e deixou expectativas para que uma segunda edição esteja por vir.

– Já o Hospital São José e Maternidade Chiquinha Gallotti (SC) aproveitou a oportunidade e realizou um mês inteiro de atividades voltadas à Semana da Enfermagem e CIPA. A programação contou com palestras variadas, Missa e premiação do Concurso de Cartazes.

– Por fim, o Hospital Nossa Senhora da Conceição (SC) resgatou a trajetória de grandes transformações da Enfermagem durante os 110 anos do Hospital, não apenas as decorrentes da evolução tecnológica, mas as relacionadas à produção de conhecimento e às relações com outros profissionais de saúde. Foram as Irmãs da Divina Providência que, inicialmente, praticaram e ensinaram a enfermagem. Com o aumento da complexidade dos serviços realizados, houve a necessidade de organização e modernização da enfermagem. Foi desta forma que, em 1970, uma moça recém-saída da Faculdade de Enfermagem Madre Ana Moeller, de Porto Alegre/RS, hoje incorporada à Unisinos, em São Leopoldo, chegou ao hospital. A nova enfermeira era Iria Meggiolaro, natural de Campos Novos (SC) e que havia ido cursar a faculdade no estado gaúcho, juntamente com outras quatro catarinenses. Chegou ao HNSC por intermédio do próprio governo, que havia lhe concedido a bolsa de estudo. No hospital, ela plantou sementes importantes, tais como: o controle dos medicamentos pela enfermagem; a organização do centro cirúrgico; a criação de uma área específica para esterilização de material para medicação parenteral – feita até então por fervura nos próprios setores; entre outras.

2015.06.22



Sem Comentários

1.103 Visualizações

Deixe um comentário :