Amor na terceira idade: residentes do Lar Madre Regina selam união

Postado por admin

Duas pessoas, por acaso, passam a conviver no dia a dia. Se aproximam, identificam afinidades e passam a se ajudar em suas necessidades. Até que ele escreve um bilhetinho dizendo “eu gosto muito de você” e ela retribui, dando o primeiro beijo de sua vida. Assim, a amizade se transforma em amor, e eles prometem ficar juntos para sempre. Essa história parece a de dois adolescentes iniciando uma vida amorosa na escola. Mas é a história de dois idosos que se conheceram no Lar Madre Regina (SP).

Hilda dos Santos, 84 anos, solteira e sem filhos, nunca sequer havia namorado – dedicou a vida inteira a cuidar da mãe, que tinha muitos problemas de saúde. Esse desejo de ajudar o próximo se manteve até mesmo dentro do Lar, onde participa de diversas atividades, como passeios, artesanato e cinema, e mantém uma vida saudável. Ela percebeu a chegada de um novo residente que parecia ter dificuldades de adaptação. Por isso, se aproximou e ofereceu um ombro amigo.

Esse residente era João Rodrigues Martins Neto, hoje com 68 anos. Divorciado, trabalhou a vida toda como desenhista técnico e, nos últimos anos, sofreu complicações de doenças crônicas e perdeu as duas pernas. Hoje, se locomove com uma cadeira motorizada que atende todas as suas necessidades. Foi durante as primeiras e difíceis sessões de fisioterapia que ele conheceu a dona Hilda. Em pouco tempo, os dois passaram a se esperar para fazer as refeições juntos, caminhavam lado a lado, foram se conhecendo e se apoiando mutuamente.

Segundo o diretor executivo do Lar Madre Regina, Sérgio Vallim, sempre foi visível a necessidade dos dois de estarem perto um do outro, e os benefícios que isso trazia para ambos. “Um dia, o Sr. João me procurou diretamente para contar sua história de vida e pedir formalmente a autorização da Casa para namorar a dona Hilda. Nós ouvimos atentamente e, percebendo que era uma história verdadeira de afeto, mobilizamos uma equipe multidisciplinar para auxiliá-los nesse objetivo, envolvendo psicólogos e fisioterapeutas”, lembra.

O casamento

O namoro começou em março de 2016 e quase dois anos depois decidiram ficar noivos. Foram meses de muita ansiedade, preparativos e a certeza dos profissionais envolvidos de que aquele amor estava fazendo bem aos idosos. Então, em 12 de abril de 2019, uma sexta-feira ensolarada, o casal selou essa união nos jardins do Lar Madre Regina. Pela primeira vez na história da Instituição, os funcionários do Lar prepararam um belo altar, convidaram o padre e organizaram uma emocionante cerimônia de casamento.

Familiares do Sr. João e da dona Hilda estavam presentes, os colaboradores e residentes do Lar também se vestiram especialmente para a ocasião. Percebendo que era uma data especial, todos os idosos da Casa foram até a área externa e se posicionaram em filas para prestigiar o matrimônio. Os votos e troca de alianças foram seguidos de comemoração com uma banda formada por residentes e funcionários, bolo e espumante sem álcool para os convidados.

Para garantir a privacidade dos noivos, o LMR preparou o primeiro quarto para a união de um casal na Instituição. As duas camas com as quais Hilda e João já estavam acostumados, que são motorizadas e atendem às necessidades de mobilidade dos dois, foram unidas no mesmo ambiente. Segundo a coordenadora assistencial do LMR, Marta Cristina da Silva, a equipe não mediu esforços para ajudar. “Tudo foi conduzido para realizar esse sonho. Desde o planejamento, as orientações clínicas, a festa e a acolhida na própria casa do casal. Tudo aconteceu com muito sucesso, com o apoio de toda a equipe do Lar. Hoje eles vivem no mesmo quarto com muita felicidade desde a noite de núpcias”.

De acordo com o diretor executivo do Lar, normalmente os idosos moram em pares de mulheres ou homens, mas, nesse caso, o pensamento foi de realizar um sonho do casal e continuar dando toda a assistência aos dois. “Para nós, é muito gratificante incentivar que os residentes levem uma vida autônoma. O LMR sempre busca as melhores práticas de atendimento à pessoa idosa para garantir uma vida digna, segura e feliz. A vida é bela em sua plenitude, independentemente da idade física”, finaliza Vallim.

Confira AQUI a cobertura do evento que foi ao ar na Record.

Confira cliques do casamento:

2019.04.30



Sem Comentários

428 Visualizações

Deixe um comentário :