Alunos do CSC-SP tem intervenção artística em aula

Postado por admin

Alunos do Ensino Médio do Colégio Santa Catarina (SP) participaram de aulas com o artista plástico Leonardo Fuentes, onde foram mostradas as intervenções urbanas e a arte na cidade. A exposição foi sobre o Grafite e as relações com a criação de Painéis de Memórias, Murais e Tributos à grandes artistas.

Leonardo explicou que, quando surgiu, o grafite foi considerado sinônimo de pichação e não tinha espaço nas discussões sobre arte. Quando foi criado, na década de 70, fazia parte do hip-hop, movimento cultural que envolvia música (rap), dança (street dance) e arte (grafite). Isso ocorreu na periferia de Nova York, se espalhou pelo mundo e manteve a característica de expressão de rua dos centros urbanos.

A qualidade estética dos artistas que começaram sua carreira grafitando chamou a atenção de historiadores e curadores de museus, que passaram a inserir obras deles em algumas exposições.  Com isso, surgiu a ideia de expor aos alunos essas múltiplas linguagens e diferentes formas de cultura. Os jovens também puderam conhecer o muralismo – movimento importante no modernismo brasileiro e latino-americano que usava o muro como suporte e tem como protagonistas o brasileiro Di Cavalcanti (1897-1976) e o mexicano Diego Rivera (1886-1957).

Além disso, conheceram as obras dos “gêmeos” Otávio e Gustavo Pandolfo, artistas reconhecidos mundialmente pela singularidade, e as obras de Eduardo Kobra, grafiteiro e muralista famoso por retratar cenas antigas das cidades em prédios e muros de grandes avenidas. Para encerrar, os alunos das 3ªs séries foram convidados a elaborarem e produzirem um painel de memórias em nossa escola, que permanecerá por todo o ano letivo. Eles se sentiram ainda mais pertencentes à escola, ao projeto e à arte.

Fotos da aula:

2019.04.23



Sem Comentários

193 Visualizações

Deixe um comentário :