ACSC: uma orquestra de valor compartilhado

Postado por admin

Alguma vez você parou para pensar sobre como funciona o negócio da empresa em que você trabalha? Independente da instituição em que atua, seja ela prestadora de serviços de saúde, educação ou assistência social, pública ou privada, você faz parte de uma grande engrenagem chamada Associação Congregação de Santa Catarina.

É curioso o fato de um mesmo grupo manter obras sociais e negócios essencialmente privados. Mas porque a ACSC atua entre estes dois tipos de negócio? Os estudiosos Michael Porter e Mark Kramer denominam este modelo como sendo criação de valor compartilhado. Para os acadêmicos, este é o único modelo que garante sustentabilidade para as empresas. Não é a toa que a Associação Congregação de Santa Catarina já tem mais de 100 anos de história, com um crescimento cada vez maior.

Porter e Kramer defendem que uma companhia que atua com o modelo de valor compartilhado não trata as questões sociais de forma periférica, mas sim como o centro. O princípio do Valor Compartilhado está baseado em um negócio, no qual o valor econômico também cria valor para a sociedade. “É preciso reconectar o sucesso da empresa ao progresso social”, pontuam os estudiosos. Nesta linha, a Associação Congregação de Santa Catarina vem atuando de forma alinhada a este pensamento empresarial contemporâneo.

É comum no setor social as organizações e entidades avaliarem o sucesso apenas em termos de benefícios alcançados ou dinheiro gasto em prol de determinada causa. A medida que esta mentalidade mudar para o conceito de valor gerado, a iniciativa privada passará a ser fundamental para perenizar os valores sociais. Hoje, a transferência de recursos das casas privadas para as ações sociais da Associação exemplifica justamente esta questão.

Fonte: Harvard Business Review, acesso em 22/03/2011.

2011.05.27



3 Comentários

828 Visualizações

  1. Elaine Moura disse:

    O mais bonito em sermos uma orquestra que toca, em harmonia, os mesmos valores é entender que somos – cada Casa – um instrumento diferente. Cada componente dessa orquestra, com suas particularidades, precisa ser olhado como instrumento único. Somente assim conseguiremos extrair da nossa orquestra o acorde perfeito!

  2. Valquiria Braga Machado disse:

    É realmente louvável o trabalho da Associação Congregação de Santa Catarina, e esse sucesso ocorre graças a conscientização de cada colaborador.
    Uma empresa assim desperta em mim interesse de fazer parte.

  3. Leonardo Arjonna disse:

    GOSTEI DEMAIS DA IDEIA DA ASCS COLOCAR EM VARIAS PARTES DO HSC BOTTONS COM OS VALORES DESTA “ORCHESTRA” . O BOTTON É ENORME. RS. MAS É INTERESSANTE PARA INTEGRAR A TODOS NO MESMO RUMO E NOS MESMOS OBJETIVOS.

    O MEU É DO “EMPRENDEDORISMO”.

Deixe um comentário :