ACSC conquista o Selo Prata em Programa de Sustentabilidade

Postado por admin

Os esforços da ACSC em coletar dados de Sustentabilidade Ambiental em todas as Casas e, com uma parte dessas informações, elaborar a publicação de inventários de emissões de Gases do Efeito Estufa (GEE), fez com que a Associação conquistasse o Selo Prata ao aderir ao Programa Brasileiro do GHG Protocol. Este selo é o reconhecimento concedido a empresas que possuem alta integralidade de transparência nas informações divulgadas no inventário de emissões de GEE.

O Programa Brasileiro GHG Protocol é uma ferramenta internacional de mensuração e padrões de qualidade no gerenciamento de GEE. Ele tem como objetivo estimular a cultura corporativa para a elaboração e publicação de inventários de emissões de gases. Dentre as características dessa ferramenta destacam-se o fato dela oferecer uma estrutura para contabilização de GEE, seu caráter modular e flexível, a neutralidade em termos de políticas (ou programas) e ainda o fato de ser baseada em um amplo processo de consulta pública.

As informações geradas nos inventários de GEE podem ser aplicadas nos relatórios e questionários de iniciativas, tais como o Carbon Disclosure Project (CDP), Índice Bovespa de Sustentabilidade Empresarial (ISE) e Global Reporting Initiative (GRI). Uma das iniciativas de destaque do Programa Brasileiro, e considerada pioneira em todo o mundo, foi a criação do Registro Público de Emissões e da área pública para consulta dos inventários das empresas e de estatísticas por setor.

O Registro Público de Emissões é uma plataforma online pioneira no Brasil, que auxilia as organizações na produção e divulgação de seus inventários de emissões de GEE. O objetivo é aumentar a transparência na divulgação dos dados, estabelecer benchmarks setoriais e sensibilizar o público para a questão das mudanças climáticas.

Agradecemos todas as Casas que ajudam diariamente com ações e, mensalmente, no levantamento de dados para a transparência do resultado. Para conquistarmos o Selo Ouro em 2018, o mais alto reconhecimento à integralidade de transparência nas informações do inventário, precisamos trabalhar simultaneamente nossas informações, verificando as possibilidades de diminuir nossas emissões.

2017.08.21



Sem Comentários

173 Visualizações

Deixe um comentário :