Modelo Assistencial de Enfermagem recebe elogio no Hospital São José

Postado por admin

Regina Portilho, esposa do paciente José Gabriel Portilho, tem dedicado os últimos anos ao cuidado com o marido, que possui uma doença degenerativa rara. Frequentando constantemente o Hospital São José (RJ), em virtude das várias internações do marido, a acompanhante se emociona ao relatar o carinho que a equipe assistencial tem tido com ele desde 2019. “Quando uma enfermeira me abordou e perguntou: ‘E você? Como está se sentindo hoje?’, eu chorei. Havia algo diferente acontecendo”, disse.

“Sempre fomos tratados com muito carinho pela equipe. Mas, quando retornamos em 2019 para mais uma internação, achei que isso ficou mais forte. Cada dia um grupo de profissionais vinha me abraçar, perguntar como eu estava e conversar”, explicou Regina. 

Para ela, as práticas do Modelo Assistencial de Enfermagem (MAE) são um diferencial. “Mesmo depois de tanto tempo no hospital, recebemos visitas diárias. Isso é inédito na minha vida e muito importante. Me sinto amparada, segura, carregada no colo. Não tenho palavras para agradecer”, elogiou Regina, que define o MAE como “um trabalho que transcende, algo fabuloso”.

Sydineia Branco, supervisora de Enfermagem do andar de internação de José Gabriel, comenta sobre o reconhecimento. “Fico muito contente em ver um cliente percebendo o MAE. Sabemos da importância do modelo na qualidade da nossa assistência, então, saber que as pessoas estão conseguindo visualizá-lo no dia a dia é gratificante”, completou.

2020.02.18



Sem Comentários

187 Visualizações

Deixe um comentário :